Por que a volatilidade é importante na bolsa de valores?

Principalmente quando falamos de renda variável, os investimentos sofrem bastante oscilação, o que quer dizer que a volatilidade é uma característica marcante nesse segmento.

É natural que algumas pessoas sintam insegurança ao ouvirem a palavra volatilidade. Ela pode, sim, não fazer sentido para aqueles com perfil mais conservador, mas para os mais arrojados, ela se torna muito interessante.

Se estou dizendo que para alguns ela é interessante, significa dizer que há pontos positivos, concorda?

De fato, isso faz sentido. Vamos quebrar o paradigma?

Mas primeiro...

O que é volatilidade?

Basicamente, a volatilidade vai dizer o quanto um ativo varia em um determinado tempo, e essa medida apontará a frequência e intensidade dessa variação.

É importante conhecer a volatilidade para saber se ela se encaixa no perfil do investidor.

Imagine um investidor com perfil conservador enfrentando grandes oscilações: isso certamente seria assustador para ele. Agora, imagine um investidor com perfil arrojado com um investimento para pessoas conservadoras: isso seria desanimador.

A volatilidade é ruim, Yubber? Ela é ruim para quem não tem o perfil certo. Se o investidor tem o perfil adequado ao risco, certamente ela será muito positiva.

Quais os tipos de volatilidades?

Você sabia disso, Yubber? Sim, há diferentes tipos de volatilidade; então, vamos conhecê-las.

Volatilidade Histórica

Na volatilidade histórica, será considerada a variação de preços em um determinado período. Esse tipo de volatilidade é comumente utilizado para fazer projeções futuras, ou seja, com base em dados passados, é feita uma estimativa, que vai dizer a potencial volatilidade futura.

Mas, isso é uma estimativa, e não uma projeção absoluta. Nem sempre as projeções vão se confirmar, pois o mercado é bastante instável.

Volatilidade Real

A volatilidade real (ou futura) vai representar a variação efetiva do preço de um ativo no mercado futuro. Isso significa dizer que os preços considerados como referência são os do mercado futuro.

Importante lembrar que, por estarmos falando de futuro, a incerteza se faz presente.

Além do mais, quando o ativo em questão chegar no vencimento, a volatilidade real se tornará histórica, pois a oscilação será, de fato, conhecida.

Volatilidade implícita

Temos, por último, a volatilidade implícita. Nesse caso, será feita uma estimativa de preço futuro de um determinado ativo.

Para fazer essa estimativa, será utilizado como base o resultado da volatilidade histórica, portanto, embora sejam diferentes, as volatilidades históricas e implícitas são bastante relacionadas.

E, importante: a projeção é feita com base em um dado do passado, mas nada garante que o movimento se repetirá, devido aos vários fatores que podem influenciar.

Então, vamos resumir:

Volatilidade histórica vai analisar as oscilações que já aconteceram, portanto, remete-se ao passado.

Volatilidade real vai considerar os preços do mercado futuro para análise.

Volatilidade implícita vai fazer uma projeção, com base nos dados da volatilidade histórica.

Por que a volatilidade é importante na bolsa de valores?

Yubber, a bolsa de valores tem uma característica volátil. Na verdade, para ser mais exata, os ativos que são negociados nela têm a característica volátil.

Essa volatilidade oferece potenciais ganhos. Veja bem, eu disse potenciais ganhos. Quis destacar por um simples motivo: o que vai dizer se o investidor vai ganhar ou não, é a própria estratégia dele, como ele a executa, nível de conhecimento, etc.

Para quem pratica day trade ou swing trade, cuja finalidade é obter ganhos rápidos (principalmente no day trade, pois a operação é executada e finalizada no mesmo dia), a volatilidade é muito importante.

Essa importância se deve ao fator especulativo desses investidores, o que significa dizer que, para eles, não importam os fundamentos das empresas, e sim os movimentos que os ativos fazem em curto e médio prazo, podendo lhes gerar ganhos. É a famosa frase “comprar na baixa e vender na alta”.

Outro ponto importante é que, para os investidores buy and hold, é uma ótima oportunidade para comprar ativos em momentos de queda. Essa volatilidade permite que compremos “mais barato”, dando mais margem para valorizações.

Portanto, Yubber, é possível usar a volatilidade ao seu favor, mas desde que ela faça sentido para você.

Diz aí, Yubber, gostou do artigo sobre volatilidade?


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo