CGA: o que é essa certificação da Anbima?

A CGA é mais uma das certificações concedidas pela ANBIMA para a atuação de profissionais no mercado financeiro. Ela é uma das mais procuradas certificações do mercado e, talvez, a mais completa de todas.

Neste artigo, entenda para que serve o selo, e qual a diferença entre essa e outras certificações do mercado financeiro. Acompanhe a leitura!

O que é a CGA?

A Certificação de Gestores ANBIMA é voltada a profissionais do mercado financeiro que buscam atuar como gestores de fundos de investimentos e, também, na administração das carteiras desses fundos.

A grande diferença entre a CGA e outras certificações do mercado é a possibilidade que ela confere ao profissional de gerir a carteira de investimentos de terceiros. Por isso, os profissionais que a possuem são muito visados pelas instituições financeiras.

O que é preciso para obter a Certificação de Gestores ANBIMA?

Para obter o selo, o candidato precisa possuir alguma das três certificações a seguir:

CFG (Certificação ANBIMA de Fundamentos em Gestão)

Essa certificação serve para iniciar a carreira ou aprofundar conhecimentos em gestão de recursos de terceiros. Ela não é obrigatória para nenhuma função, mas é pré-requisito para a CGA e/ou CGE.

CFA (Chartered Financial Analyst)

Possuir a CFA é um atestado de conhecimento avançado em áreas como renda fixa e variável, derivativos, análise de demonstrações financeiras, análise de investimentos e gestão de carteiras.

Saiba mais sobre a CFA neste artigo. 

CAIA (Chartered Alternative Investment Analyts)

Essa certificação é voltada para investimentos menos comuns, como real state (mercado imobiliário), private equity, commodities e hedge funds, por exemplo.

A prova CAIA é reconhecida mundialmente, e é direcionada a profissionais como traders, gestores de hedge funds, investidores de commodities e private bankers.

Além de possuir alguma das três certificações acima, o candidato precisa realizar um exame para a CGA.

E como é a prova para a CGA?

A prova da CGA engloba seis áreas de conhecimento relacionadas à gestão de fundos de investimento. São elas:

1 – Gestão de carteiras de renda fixa;

2 – Gestão de carteiras de renda variável;

3 – Investimentos no exterior;

4 – Gestão de risco;

5 – Avaliação de desempenho;

6 – Legislação, regulação e tributação no mercado financeiro.

A prova possui 45 questões e, para ser aprovado, é necessário acertar, no mínimo, 70% do exame. O prazo máximo para realização da prova é de duas horas e meia.

Para realizar a prova, é necessário pagar uma taxa de R$ 573 (associados à ANBIMA) ou R$ 688 (para não associados).

Validade da certificação

A validade da certificação dependerá da atuação profissional do candidato. Se ele já está atuando como gestor de recursos em uma empresa que segue o código de certificação ANBIMA, ela permanecerá válida enquanto o profissional estiver nessa função. Em outros casos, a CGA é válida por três anos.

Para atualizar a certificação, é preciso concluir o curso online disponibilizado pela ANBIMA. Após a conclusão, a CGA é renovada por mais três anos, e renova automaticamente a CFG.

Quer saber mais sobre outras certificações? Utilize nosso buscador, ou deixe aqui os seus comentários!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo