O que é a ANBIMA?

Com certeza você ouviu falar muito dessa sigla antes de vir pesquisar o que é a ANBIMA não foi?

Ao investir ou conhecer o mercado financeiro nos deparamos com diversas siglas e passamos a associá-las às funções que conhecemos antes mesmo de realmente pesquisar e entender qual a importância dessas letras para nossos investimentos.

Sabemos que a CVM é reguladora, mas muitas vezes não entendemos como eles trabalham, sabemos que o BACEN é o Banco Central, mas também não vemos o impacto real dele no nosso dia a dia. 

Com a ANBIMA foi assim por muito tempo mas agora isso está perto de mudar. E não, ANBIMA não é uma certificação em si. Vamos entender.

  • O que é a ANBIMA ?
  • Atuação da ANBIMA 
    • Certificações

O que é a ANBIMA ?

A ANBIMA ou Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais é uma entidade que representa instituições que trabalham no mercado financeiro e de capitais. 

A ANBIMA é um órgão regulador da iniciativa privada, ou seja, ela institui boas práticas que devem ser seguidas por seus associados de forma a criar um mercado mais forte mantendo a pluralidade existente entre as instituições.

Criada em 2009 a partir da fusão de duas outras antigas entidades privadas a ANBIMA representa instituições de mercado a mais de 40 anos. Existem mais de 300 associados à ANBIMA atualmente.

Por ser um órgão que busca garantir a qualidade das instituições de mercado, a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais é muito importante não só para seus associados mas para todo o mercado financeiro pois incentiva as instituições a se manterem em busca da qualidade de seus serviços.

Atuação da ANBIMA

A atuação da ANBIMA está na busca pela defesa dos interesses das instituições do mercado financeiro e de capitais através da regulação de boas práticas e educação dos profissionais dessas áreas. 

O modelo de atuação da ANBIMA é definido sobre quatro compromissos:

  1. Representar

Representação e defesas de interesses das entidades associadas como forma de criar um mercado forte por instituições fortes.

  1. Autorregular

Autorregulação com regras claras pensadas pelo próprio mercado como forma de busca pelo aprimoramento contínuo. As regras da ANBIMA são de adesão voluntária porém representam as melhores práticas no país.

  1. Informar 

Divulgação de dados e estatísticas para a melhoria do mercado.

  1. Educar

Cursos e certificações para profissionais como forma de transformar o mercado e levar educação aos investidores.

Um fator de relevância da atuação da ANBIMA que está diluído nos compromissos se deve a sua influência sobre o comportamento dos associados e consequentemente do mercado. Ao definir suas prioridades estratégicas esses temas acabam por ganhar prioridade também nas demais instituições.

Certificações

Muitos ouvem falar da ANBIMA devido as suas certificações para os profissionais que trabalham no mercado financeiro. Algumas são exigidas para acesso aos mais diversos cargos. Vamos citar algumas para você:

  • CPA-10

Destinada a quem trabalha com distribuição de produtos em agências bancárias ou plataformas de atendimento

  • CPA-20 

Destinada a profissionais que realizam atendimento de investidores institucionais ou distribuem produtos para varejo de alta renda. 

  • CEA

Certificam profissionais que assessoram gerentes de conta de pessoas físicas.

  • CGA

Habilita profissionais para atuar como gestores de fundos de investimentos .

  • CGE

Habilita os profissionais a atuarem como gestores de fundos estruturados.

Todas as certificações exigem aprovação em exame teórico.

E aí, viu como é importante conhecer as instituições que influenciam seus investimentos? E a ANBIMA faz parte da nossa jornada como investidor e até mesmo como profissional do mercado financeiro quem sabe?! 

Continue aprendendo com nossos conteúdos, preparamos sempre o mais essencial para você se informar de forma prática e rápida!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo