CFA: o que é essa certificação?

A sigla tem significado em uma expressão em inglês, “Chartered Financial Analyst”, que pode ser traduzida como “Analista Financeiro Credenciado”. É uma certificação internacional de profissionais que podem atuar no mercado de vários países.

Esse título é emitido por uma instituição norte-americana, a CFA Institute, que é especializada em avaliar e qualificar os profissionais. As provas exigem conhecimento avançado em ferramentas financeiras e um teste de elevada dificuldade sobre o mercado.

Entre os anos de 2018 e 2019, cerca de 5 mil brasileiros fizeram a inscrição para realização das provas. Com um mercado cada vez mais global, a procura por essa certificação tem aumentado. 

Por ano, cerca de 300 mil candidatos realizam os testes entre 95 países onde as provas são realizadas. No Brasil, as provas podem ser feitas nas cidades do Rio de Janeiro ou São Paulo.

Os profissionais que são aprovados podem prestar consultorias de investimento internacionais e ainda trabalhar em instituições financeiras de outros países. 

É uma das principais certificações internacionais para analistas do mercado. Ou seja, é um grande diferencial no currículo de qualquer pessoa que trabalha nesta área. Em alguns casos, a CFA pode ser uma exigência mínima para atuação em um cargo.

Exigências mínimas para tirar o CFA

Não é qualquer profissional do mercado financeiro que pode possuir essa certificação. Além da aprovação no teste, é preciso apresentar um passaporte de viagem internacional válido e ter fluência em inglês.

O candidato tem também que ser um membro sócio da CFA Institute e assinar o código de ética referente às práticas profissionais desta iniciativa. Por fim, deve apresentar diploma de bacharel na área ou comprovar que está no último ano desse curso. 

Caso não haja essa titulação, pode também comprovar quatro anos de experiência de trabalho no mercado. Esses requisitos valem até a data da inscrição no exame de Nível 1.

Todo o processo é explicado passo a passo no site oficial da CFA Institute. Lá é possível ter acesso a toda metodologia da prova e dos regimentos que a certificação envolve.

Quais os custos e níveis do CFA

O custo varia de acordo com a data que é feita a inscrição: quanto mais perto da avaliação, mais caro: US$ 700 a US$ 1500. Se aprovado, o profissional deve pagar também uma taxa de US$ 275 anualmente para continuar membro do instituto.

Por se tratar de uma certificação para o profissional atuar no mercado internacional, as provas são todas feitas em inglês. Todo processo é dividido em três níveis, sendo que os candidatos devem ser aprovados em todos eles. 

Cada etapa é realizada em dias diferentes e cada nível tem caráter eliminatório. Ou seja, para fazer o nível 2, é preciso ser aprovado no nível 1 e sucessivamente.

Nível 1

Ao todo, são 180 questões de múltipla escolha divididas entre duas etapas com 135 minutos cada. Os temas abordados são:

  • Primeira sessão: ética e padrões profissionais, métodos quantitativos, economia e relatórios e análises financeiras
  • Segunda sessão: finanças corporativas, ações, renda fixa, derivativos, investimentos alternativos e gestão de portfólio 

Nível 2

Nesta segunda etapa, os candidatos devem possuir conhecimentos mais aprofundados sobre temas mais complexos e analíticos. A duração é de 4,5 horas e também é dividida em duas sessões.

Assim como o nível 1, os resultados são divulgados após dois meses da aplicação.

Nível 3

Na última etapa, a avaliação pode cobrar todo o conteúdo abrangente dos outros níveis. No entanto, a intenção aqui é analisar como é a redação e argumentação do candidato em questões discursivas.

Num total de 4,5 horas, a prova tem questões abertas que envolvem perguntas de múltipla escolha. Diferente dos outros níveis, o resultado demora três meses após a realização das provas.

Simulados e exercícios

Todo o processo pode demorar mais de dois anos para ser concluído. Portanto, exige muito estudo e dedicação dos candidatos. Ainda assim, pela relevância do título, é possível encontrar muito material teórico e simulados sobre a prova.

Além disso, o próprio site do CFA Institute tem várias informações que podem auxiliar muito sobre a metodologia que eles aplicam nas provas. Para saber mais, clique aqui.

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo