O que são Hedge Funds?

Os hedge funds são fundos de investimentos com estratégias mais arrojadas do que os fundos tradicionais.

Neles, o gestor possui mais liberdade para escolher ativos, pois não é necessário cumprir regras mais rígidas comuns a outros fundos.

Por isso, eles possuem alto potencial de rentabilidade.

Como funcionam os Hedge Funds

No Brasil, esses investimentos também são chamados de fundos multimercados.

A exemplo dos outros fundos, os hedge funds possuem administração, gestão e auditoria externa. No entanto, a diferença é que essa modalidade não tem determinadas restrições para a alocação do patrimônio.

Logo, o gestor sempre buscará alternativas muito mais arrojadas, que efetivamente possam rentabilizar mais o investimento.

Ou seja, o objetivo do fundo de hedge será sempre superar o rendimento médio do mercado. Para conseguir isso, não há limite para o quanto ele pode aplicar em moeda estrangeira ou derivativos, por exemplo. O gestor poderá utilizar operações com alavancagem maior do que a de outros tipos de fundos.

Características dos fundos de hedge

Além do perfil arrojado e da busca pelos melhores resultados do mercado, esses fundos possuem outras características. Vejamos algumas delas:

Alta volatilidade

Como já vimos nesse blog, a volatilidade está relacionada às oscilações do mercado e do preço dos ativos. Nesse sentido, os hedge funds investem em ativos voláteis, que proporcionam chances de alta rentabilidade. Logo, sofrem as consequências das oscilações de preço desses ativos.

Tipo de investidor

Uma delas diz respeito ao tipo de investidor. Para ser cotista de um hedge fund, é necessário ser investidor qualificado. Ou seja, o investidor deve comprovar por escrito que possui aplicações financeiras superiores a R$ 1 milhão, ou que é um profissional certificado da área.

Menor liquidez

Outra característica também é a liquidez menor que eles costumam ter, também em função de sua estratégia mais arrojada. Enquanto outros fundos possuem liquidez diária, a de um hedge fund pode ser semanal, mensal e, até mesmo, superar esses prazos.

Taxas mais altas

Os hedge funds costumam ter taxas mais altas do que as cobradas em outras aplicações. A justificativa disso é que eles possuem uma estratégia ativa para conseguir oferecer bons retornos. Logo, isso demanda uma remuneração maior para o gestor e toda a sua equipe de análise.

Menor transparência para o investidor

Esses fundos não possuem prospecto público, o que faz com que existam poucas informações disponíveis sobre eles. Logo, são menos transparentes para o investidor em relação à composição dos ativos e gestão do que os outros fundos.

Hedge fund e hedge não é a mesma coisa!

Apesar do nome, um hedge fund não pode ser considerado um instrumento de hedge.

Diferentemente das operações de hedge, o objetivo desses fundos não é a proteção do patrimônio dos cotistas. Ao contrário, por não precisarem seguir regras para a escolha dos ativos, potencialmente sempre terão mais risco do que outras categorias de fundos.

Deu para conhecer melhor os hedge funds? Quer saber mais sobre eles ou sobre outros investimentos arrojados? Deixe aqui os seus comentários!

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo