Investir em euro vale a pena?

Yubber, o que você imagina quando escuta a palavra euro?

Bom, é que eu penso em gelato, pizza, pastel de belém, chocolate belga, queijo holandês hehehe

Fiz uma brincadeirinha, Yubber, mas, uma coisa é fato: estamos falando da moeda oficial da zona do Euro. A zona do Euro, se você não sabe, é composta por 19 países de um total de 28 países que fazem parte da União Europeia.

Ou seja, se você viajar para um desses 19 países, saiba que a moeda oficial é o euro.

Além do mais, o euro é a segunda moeda mais transacionada do mundo, ficando atrás somente do dólar americano.

Esses já são bons motivos para um investidor considerar o euro como forma de diversificação de patrimônio, não é mesmo?!

E tem mais. Em momentos de crise, países emergentes, como o Brasil, tendem a sofrer mais, portanto, as moedas fortes podem equilibrar seu portfólio.

Maneiras de investir em euro

Vamos conhecer algumas formas pelas quais você pode investir em euro, Yubber.

Papel moeda

Você pode comprar o euro em espécie, mas eu acho que essa opção é bastante arriscada e menos eficiente.

É uma medida mais recomendada para quem for precisar do dinheiro, por exemplo, para viajar. Dessa forma a pessoa pode ir comprando aos poucos para fazer um preço médio, já que a previsão é bastante incerta.

Inclusive, anota aí, Yubber: desconfie de “especialistas” que garantem para você previsão de movimentos de moedas. Acredite, isso pode te induzir ao erro. Prever movimentos é uma tarefa impossível, a não ser que a pessoa seja presenteada com a sorte.

Fundo cambial

Um fundo cambial aloca, pelo menos, 80% de seus recursos em ativos estrangeiros. Um fundo de investimento (não só o cambial) é interessante para quem não quer ou não tem tempo de montar uma estratégia de investimentos e escolher seus próprios ativos.

Fundo multimercado

Aqui, também se trata de um fundo de investimento, mas a diferença do multimercado para o cambial é que ele não tem uma porcentagem preestabelecida de quanto deve ser a sua alocação.

Existem vários tipos de fundos multimercados, portanto, é preciso analisar uma estratégia que seja condizente com o objetivo: se expor ao euro.

Contratos futuros

O investimento, nesse caso, é feito através de contratos futuros, negociados na bolsa de valores. Mas, esse tipo de operação envolve muito risco, portanto é aconselhado que somente realize esse tipo de investimento caso seja uma pessoa experiente e com boa capacidade de análise.

Ações

Você pode também comprar os ativos de países que detêm a moeda de seu interesse. Há uma série de gigantes lá fora que você pode considerar acrescentar as ações delas no seu portfólio. 

Como aqui eu estou me referindo a um investimento direto, você teria de acessar a bolsa do país de sua pretensão.

BDR (Brazilian Depositary Receipt)

BDRs permitem que você detenha recibos com lastros em ações de empresas estrangeiras. Para negociar, é preciso acessar a nossa bolsa de valores brasileira.

Vale a pena investir em euro?

Yubber, é sempre interessante diversificar os investimentos. E diversificar não quer dizer apenas ter várias modalidades de investimentos, mas também fazer alocações internacionais – em moedas fortes.

E por que isso é importante? Porque em situações críticas em nossa economia doméstica, ou até em situações macro, como uma crise mundial, os países emergentes tendem a sofrer mais, ao passo que os países mais desenvolvidos tendem a sofrer menos.

E tratando-se do euro, a moeda tem um forte peso na zona do euro, sendo moeda oficial de 19 países. Além dessa importância presente no bloco econômico, ele é mundialmente importante.

Outra moeda muito importante, diga-se de passagem, a mais transacionada do mundo, é o dólar. E se você quer saber se vale a pena investir nele, é só clicar AQUI para acessar o artigo.

E aí, Yubber, está pensando em investir em euro?


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo