Quais são os principais indicadores de volatilidade?

Para quem já investe, ou deseja começar no mundo da renda variável, é muito importante ficar de olho e entender o sobe e desce do mercado financeiro. Uma das formas de se fazer isso é conhecendo alguns dos principais indicadores de volatilidade.

Aqui no blog, já falamos sobre a volatilidade. Ela é a medida que representa as variações dos ativos. Neste artigo, entenda por que essa métrica é tão importante para os investimentos.

Conhecendo os principais indicadores de volatilidade

A seguir, veremos alguns dos principais índices utilizados para medir as oscilações dos ativos.

Average true range (ATR)

A sigla ATR significa média de amplitude de variação. O indicador foi criado para ser utilizado no mercado de commodities, mas hoje já é utilizado para medir as variações de qualquer ativo financeiro. Ele não indica tendências de alta ou de baixa, somente sinaliza movimentações expressivas em seu comportamento.

Uma das aplicações do ATR é no stop loss, mecanismo utilizado para cessar as perdas causadas pela queda de preço de um ativo. Saiba mais neste artigo. 

Bandas de Bollinger

As bandas de Bollinger ajudam a antecipar movimentos fortes dos ativos. Dessa forma, contribuem para identificar bons momentos de compra e venda.

Normalmente, o preço de um ativo não foge de um determinado intervalo de valores, e é atraído para uma zona de equilíbrio. Por meio de médias móveis, as Bandas de Bollinger podem identificar essa zona.

Neste artigo, entenda como calcular e utilizar esse indicador.

Keltner channels

O Keltner channels é um indicador que se assemelha às bandas de Bollinger, pois também é representado por duas linhas flutuantes calculadas a partir de uma média central. O cálculo é feito com base no preço típico, que é a média aritmética do máximo, mínimo e último preço de um ativo em certo período.

duas principais formas de utilizar o Keltner channels:

1. Sinal de força: cada vez que o indicador ultrapassa uma das duas linhas, o mercado está definindo uma tendência para o ativo. Ou seja, um sinal de força.

2. Sinal de compra e venda: da mesma forma, quando os preços atingem uma das linhas, é porque estão muito longe de suas médias. Isso faz com que o ativo esteja bastante sujeito à correção.

Parada e reversão parabólica (PSAR)

O PSAR é um dos mais complexos indicadores da análise técnica. ele leva em consideração a ação de preço e a decadência do tempo na sua fórmula.

Baseado na tendência do preço, esse indicador cria uma curva parabólica no gráfico cambial, com pontos que se localizam acima ou abaixo do preço do ativo. Isso pode ajudar os traders a encontrarem tendências de rentabilidade potencial.

Ao utilizar o PSAR, um trader interpretaria a sua movimentação da seguinte forma: quando os pontos estão abaixo das linhas, long positions (posições compradas) são abertas. Já quando os preços se movem abaixo de um ponto, a tendência é revertida, e os traders podem abrir short positions (posições vendidas).

Entenda como funciona o long and short neste artigo.

Você utiliza a análise técnica, ou gostaria de saber mais sobre o assunto? Utilize o nosso buscador para conhecer outros indicadores, ou mande para nós as suas perguntas e comentários!

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo