P/L (Preço/Lucro): entenda esse indicador

Se você deseja investir em ações, é muito importante entender se o preço do papel está ou não adequado. Nessa hora, conhecer o indicador preço/lucro (P/L) pode lhe ajudar a fazer boas escolhas.

A seguir, entenda esse indicador e saiba como utilizá-lo na sua carteira de ações.

O que significa o P/L

O P/L demonstra a relação entre o preço da ação e o lucro acumulado por ação no último ano. A sua fórmula é a seguinte:

Indicador PL = preço por ação / lucro por ação

Em outras palavras, o PL dá uma ideia do valor que os investidores estão dispostos a pagar pelo lucro da empresa emissora.

O P/L também pode ser calculado a partir da projeção do lucro para o próximo exercício. Nesse caso, deve-se substituir na fórmula o lucro do ano anterior pela expectativa de resultado da empresa para o ano seguinte.

Qual a importância do P/L

Se visto isoladamente, o preço de uma ação não significa muita coisa. Para saber se, de fato, o investimento vale a pena, é preciso analisar outros fatores. Um deles é a relação entre o preço da ação e o lucro que ela gera para o investidor.

Em outras palavras, quando o investidor compara somente o preço de duas ações, é impossível descobrir qual a que trará melhores resultados. Pode ser que a ação mais barata se desvalorize; assim como é possível que a mais cara tenha fundamentos melhores e, por isso, mais potencial de valorização.

Neste artigo, saiba mais sobre análise fundamentalista de ações.

Como interpretar o indicador preço / lucro

De forma geral, quanto mais alto for o indicador, maior será a disposição dos investidores de pagarem pelos lucros da empresa. Ou seja, o mercado tem boas expectativas para a ação, e isso puxa o seu preço para cima.

Mas atenção: um P/L baixo não quer dizer que, necessariamente, a ação não seja uma boa alternativa de investimento.

Pode ser que, de fato, o índice esteja baixo porque o mercado desconfia do potencial da empresa. Mas também é possível que os investidores ainda não tenham percebido que a ação é uma boa oportunidade.

E como identificar isso?

É simples: utilizando a maior quantidade de indicadores financeiros que você puder para analisar a empresa!

Em outros artigos, já falamos sobre o perigo de utilizar indicadores de forma isolada na análise de investimentos. Isso pode distorcer a avaliação das ações e levar a escolhas erradas, que poderão prejudicar a rentabilidade dos seus investimentos ou, até mesmo, causar perdas consideráveis ao patrimônio.

Neste artigo, conheça alguns dos indicadores mais utilizados na análise fundamentalista de ações.

Conte para nós: se você já investe em ações, de que forma costuma escolhê-las? 

Gostaria de mais dicas a respeito? Mande suas perguntas ou comentários que a gente responde 😉


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo