5 erros comuns que atrapalham o orçamento familiar

A gente sabe que fazer sobrar algum dinheiro para investir não é uma tarefa fácil. No entanto, existem erros comuns que, quando evitados, podem ajudar muito a melhorar o orçamento familiar.

Para lhe ajudar a organizar as finanças, listamos cinco erros que costumam atrapalhar muito o orçamento. Continue a leitura, e veja quais são eles!

1 – Utilizar o cheque especial todos os meses

Infelizmente, esse é um erro que grande parte dos brasileiros comete com muita frequência. Inclusive, há quem fique meses (às vezes até anos) só pagando os juros do cheque especial sem cobrir o limite.

O efeito disso é extremamente prejudicial para o orçamento, pois as taxas do cheque especial estão entre as mais altas do mercado! Por isso, tome cuidado com a facilidade do limite na conta corrente. 

O cheque especial foi feito para ser usado por poucos dias. Se você precisar de um valor maior, e por mais tempo, fale com o seu gerente do banco e tome uma linha de crédito parcelada, pois os juros são bem menores.

2 – Não pagar o total da fatura do cartão de crédito

Ao lado do cheque especial, os encargos financeiros do cartão de crédito estão entre os mais altos do mercado.

Quando a fatura não é paga integralmente, as dívidas do cartão formam, literalmente, uma “bola de neve”. 

Se, por algum motivo, você teve dificuldades e acha que não conseguirá pagar o total da sua fatura, vale a mesma recomendação do cheque especial: peça ao seu gerente uma linha de crédito parcelada e pague toda a dívida do cartão. Dessa forma, você pagará bem menos juros.

3 – Comprar por impulso

Quem já não fez isso algumas vezes? Alguns mais, outros menos, mas o fato é que, às vezes, é bem difícil resistir a promoções ou novidades, mesmo que a gente não esteja precisando, não é mesmo?

As compras por impulso são uma das coisas que mais atrapalham o orçamento familiar. Isso porque, muitas vezes, fica difícil até mesmo identificarmos onde o dinheiro foi parar, pois algumas coisas que compramos nessa situação são totalmente desnecessárias.

Uma boa forma de evitar compras por impulso é definir exatamente o que se vai gastar antes de sair de casa. Ou, dependendo da situação, nem sair com o cartão de crédito!

4 – Deixar dinheiro na poupança

A gente já falou algumas vezes aqui no Yubb que aplicar na poupança é uma das piores coisas que você pode fazer com o seu dinheiro.

Para você ter uma ideia, em 2020 ela rendeu menos do que a inflação. Ou seja, quem tinha dinheiro na caderneta, viu os seus recursos desvalorizarem mais do que a alta dos preços.

Clique aqui e saiba mais sobre porque você NÃO deve deixar dinheiro na poupança.

5 – Não procurar por educação financeira

Por fim, procurar por educação financeira ajuda muito a manter o orçamento em ordem e a entender mais sobre economia e sobre investimentos.

Há muitas fontes gratuitas que podem lhe ajudar nesse sentido. Inclusive, no blog e no nosso canal do YouTube, tem muito material e entrevistas com feras do mercado, tudo em uma linguagem mais acessível para que você entenda mais sobre finanças e cuide melhor do seu dinheiro. Acompanhe o nosso blog, e siga o canal para ficar sempre bem informado!

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo