Asset Allocation: o que é e como fazer?

Asset Allocation é um conceito muito importante no mundo dos investimentos. Trata-se de uma estratégia que tem o objetivo de equilibrar a carteira e mitigar os riscos de quem deseja investir.

Se você quer saber mais sobre o assunto, continue a leitura e entenda como funciona essa técnica!

O que é Asset Allocation?

Traduzida do inglês, a expressão significa “alocação de ativos”. Basicamente, o Asset Allocation é uma estratégia de diversificação dos investimentos entre renda fixa e variável.

O objetivo do Asset Allocation é justamente obter a melhor relação entre risco e retorno para o investidor. No entanto, não há uma regra única para essa estratégia, pois ela dependerá do perfil de investidor e dos objetivos financeiros de cada um.

Como funciona o Asset Allocation?

Para traçar a melhor estratégia de investimentos, a primeira coisa a fazer é definir o perfil de investidor. Isso mostrará qual o grau de risco que o investidor está disposto a assumir para rentabilizar o seu patrimônio.

Se o investidor tem um perfil conservador, a carteira deverá ter mais ativos de baixa volatilidade. Nesse sentido, irão predominar os investimentos mais tradicionais de renda fixa, como CDBs, Tesouro Direto ou LCIs e LCAs, por exemplo.

Já um perfil moderado, ou seja, aquele investidor que admite correr algum risco para obter maiores ganhos, pode ter uma proporção maior de renda variável na carteira. Nessa situação, já passa a fazer sentido investir em ações, fundos imobiliários e, até mesmo, fundos multimercado em alguma proporção.

Por fim, o perfil agressivo já está disposto a assumir riscos bem maiores do que o moderado, pois o seu principal objetivo é rentabilizar ao máximo o patrimônio. Cabe lembrar que esses investidores normalmente são mais experientes e já têm reservas financeiras que lhes permite arriscar mais do que os outros.

Caso contrário, seria totalmente inadequado (e até irresponsável) arriscar o patrimônio, mesmo para obter maiores ganhos, não é mesmo?

Quais as vantagens dessa estratégia?

A principal vantagem do Asset Allocation para o investidor é minimizar os riscos dos investimentos. Isso porque uma carteira diversificada é muito menos vulnerável às oscilações do mercado do que um portfólio concentrado em determinados ativos ou classes de ativos.

Além disso, há quem utilize essa estratégia também para encontrar ativos mais baratos e com bom potencial de valorização. Dessa forma, o Asset Allocation também serve para reduzir os custos dos investimentos, seja ao adquirir ações mais baratas ou ao pagar taxas de administração mais baixas, por exemplo.

Quem faz o Asset Allocation?

Tanto bancos quanto corretoras possuem equipes especializadas em fazer o Asset Allocation para os seus clientes. Como vimos, o primeiro passo é definir o perfil de investidor, e isso é feito por meio do suitability. Trata-se de um questionário que avalia diversas características dos clientes, como experiência e objetivos com os investimentos, tolerância ao risco, patrimônio pessoal, entre outros.

São as respostas do suitability que ajudarão o banco ou a corretora a traçar o perfil daquele investidor e, dessa forma, poderão sugerir a forma mais adequada de alocação de ativos.

Deu para entender como funciona e qual a importância do Asset Allocation? A propósito, você já definiu o seu perfil de investidor? Mande seus comentários!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo