Fundo monoativo ou multiativo: qual a diferença?

Quando falamos de fundos mono ou multiativos, estamos falando de Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs). São conceitos interessantes para formar sua carteira de investimentos. 

Acompanhe esse material que preparamos para você e entenda os benefícios e prejuízos desses dois tipos de FIIs, bem como suas diferenças.

A principal diferença entre esses fundos é: o fundo monoativo contém somente um imóvel em seu portfólio, enquanto o multiativo, contém mais que um. Mas como isso influencia nos investimentos? Quais riscos trazem? Qual é mais seguro? Essas e muitas outras perguntas serão respondidas nesse artigo, então, vem com a gente!

FIIs monoativos

Como dito anteriormente, são fundos de investimentos imobiliários monoativos aqueles que apresentam apenas um único imóvel em seu portfólio. Isso significa que o investidor que opta por esse fundo só tem sua renda advinda desse único ativo imobiliário.

Dentre os fundos monoativos existem aqueles que são mono locatários e os que apresentam vários inquilinos (multi locatários). 

São exemplos de mono locatários normalmente galpões logísticos e industriais e, dessa forma, por depender apenas de um único locatário o risco para o cotista atinge proporções maiores em casos de inadimplência, do que quando comparado a vários inquilinos, como por exemplo um shopping, pois nesse caso, além de apresentar uma maior diversificação, mais de uma pessoa arca com os pagamentos.

A inadimplência por parte dos inquilinos é chamada de vacância financeira. Outra situação que prejudica muito os FIIs mono locatários é a vacância física, que consiste na falta de inquilinos no imóvel; dessa forma, o investidor pode ser prejudicado.

FIIs multiativos

Levando em conta os conceitos de fundos mono ativos, aqueles problemas antes relacionados a um único imóvel, especificamente a um único locatário, não existem nessa modalidade de fundo de investimento, ou seja, nos fundos multiativos, pois há o investimento em vários imóveis

A segurança oferecida surge da diversificação dos ativos - não se espera apenas de um único imóvel. 

A imagem abaixo representa um fundo multi ativo. Note que há 11 ativos, distribuídos em quatro estados diferentes - representa claramente uma diversificação dos ativos.

Como avaliar um fundo imobiliário

A gestão dos fundos mono e multiativos

Dentro do universo dos FIIs existem duas categorias de gestão, as quais são:

  • Gestão ativa;
  • Gestão passiva.

Gestão ativa

Tendo em comparação a gestão passiva, que possui uma taxa mais baixa e uma remuneração menor para os gestores e administradores, a gestão ativa possui taxa maior, pois o gestor, que é responsável por todo trabalho intelectual dentro do FII, vai buscar por uma maior otimização dos ganhos. 

Os fundos de gestão ativa têm uma maior liberdade de realizar reformas, o que é muito importante para o imóvel se manter competitivo no mercado, já que imóveis novos podem aparecer na região. Além, também, de vender imóveis, quando o gestor enxergar oportunidades.

Gestão passiva

Quando o fundo não tem a premissa de crescer, ou seja, de avançar em outras regiões, setores, imóveis, regiões, entre outras coisas, ele é caracterizado como tendo uma gestão passiva.

A preocupação está nas reformas e preservação do imóvel, não há preocupação de procurar e comprar ativos novos.

Como investir nesses fundos

O conhecimento e a minuciosidade na análise são condições essenciais para a realização de qualquer tipo de investimento. Ao considerar fundos mono ativos, tenha em mente os riscos que você como investidor pode correr.

Ter vários fundos monoativos não é a mesma coisa que ter um fundo multiativo - todos os fundos mono ativos apresentam riscos mais elevados. Talvez não seja interessante alocar uma grande quantidade de dinheiro nesses fundos.

Os FIIs ocupam grande espaço no mundo dos investimentos, conhecer mais sobre eles é essencial. E se você quer acessar os fundo imobiliários disponíveis no mercado, é só clicar aqui e ir direto para a plataforma mais completa do Brasil: o buscador de investimentos do Yubb!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo