Quais são os tipos de fundo multimercado?

Conhecer os tipos de fundo multimercado é importantíssimo, pois sua tomada de decisão deve ser feita de acordo com o seu objetivo, e para que trilhe o caminho certo, é essencial que faça escolhas coerentes.

Imagine investir em um fundo que não condiz com a sua estratégia, tampouco com o seu perfil? Acredite, erros assim podem ser frustrantes.

Então, se você quer saber quais são os tipos de fundos de investimento multimercado, fique com a gente no artigo, Yubber!

Quais são os tipos de fundo multimercado?

Antes de falarmos sobre os diferentes tipos, eu gostaria de dizer uma coisa bastante interessante. Você sabia que os fundos multimercado, diferente de outros fundos, podem destinar seu capital sem uma porcentagem preestabelecida?

Um fundo de investimento em ações, por exemplo, deve ter 67% da carteira em ações. Fundo de investimento em renda fixa, deve ter 80% do PL (Patrimônio Líquido) em ativos de renda fixa.

Agora, quando falamos de fundo multimercado, isso não acontece, pois o gerenciamento será de acordo com a estratégia daquele fundo.

Vamos então conhecer os tipos, ou melhor, as classificações dos fundos multimercado?

A instrução CVM 555 dispõe sobre fundos de investimento, mas a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), com o intuito de complementar essa instrução da CVM, criou a Classificação Anbima, conforme a tabela abaixo:

 

Portanto, como é demonstrado na tabela, há vários tipos de fundos multimercado, e a alocação do patrimônio do fundo será feita de acordo com a estratégia dele.

Vamos lá!

  • Balanceados: fundos balanceados vão buscar retornos a longo prazo, comprando mais variados ativos, ou seja, de diversas classes. Nesse caso, não é permitido alavancagem. Alavancagem, se você não sabe, é quando o valor utilizado para investir é maior do que o patrimônio líquido.
  • Dinâmicos: buscam retorno a longo prazo, comprando também os mais variados ativos, tornando a política bastante flexível, de acordo com as condições de mercado e horizonte de tempo. Já aqui, é permitido alavancagem;
  • Macro: as estratégias têm como base os cenários econômicos de médio e longo prazos, e os investimentos são feitos em diversas classes de ativos, assim como os anteriores;
  • Trading: esse tipo de fundo vai explorar movimentações de curto prazo nos preços dos ativos, e as operação são realizadas também em diversas classes de ativos;
  • Long and short – Direcional: as operações são ligadas ao mercado de renda variável e, para ser mais específico, essas operações são de ativos e derivativos, montando posições compradas e vendidas;
  • Long and short – Neutro: a especificação é a mesma da anterior, mas com uma diferença no que diz respeito ao objetivo. Portanto, o fundo faz, sim, operações de ativos e derivativos, mas o objetivo é manter a exposição financeira líquida limitada a 5%;
  • Juros e moedas: buscam retorno no longo prazo, e os investimentos são feitos em renda fixa, com risco de juros, índice de preço e risco de moeda estrangeira. Nesse caso, não há exposição em renda variável;
  • Livre: é bem como o nome diz. Aqui, não há concentração em alguma estratégia específica. Simples assim;
  • Capital protegido: os investimentos buscados serão em mercados de risco, mas sempre buscando a proteção do capital, seja de forma parcial ou total. Se uma operação de maior risco der certo, o fundo terá uma rentabilização mais elevada, mas caso a operação não aconteça conforme o planejado, o montante que foi aplicado em investimentos de menor risco irá proteger os recursos;
  • Estratégia específica: esse fundo vai buscar investimentos que têm riscos específicos, assim como diz o nome, como por exemplo, commodities, futuro de índice, etc;
  • Investimento no exterior: No mínimo, 40% dos recursos serão alocados em ativos no exterior.

Portanto, Yubber, esses são os tipos de fundos multimercados. Perceba que essas classificações são extremamente importantes, pois vai ajudar você a alocar recursos em um fundo que tenha uma estratégia coerente com os seus objetivos e perfil de investidor.

Ah, e outra coisa importante é você buscar por informações sobre a qualidade de gestão, taxas do fundo, entre outras.

E se você quer saber outras informações sobre os fundos multimercados, como despesa, tributação e se vale a pena investir, nós temos um artigo completíssimo para você. É só clicar, aqui!

Espero que esse artigo tenha te ajudado, Yubber!  


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo