Alfa de Jensen: o que é e como funciona esse coeficiente?

Yubber, você ainda vai ouvir (ou já talvez já tenha ouvido) que os gestores de fundo de investimento buscam por alfa, ou que determinado gestor conseguiu alcançar alfa.

Mas o que isso quer dizer? Veremos agora!

O que é o Alfa de Jensen?

Yubber, Alfa de Jensen, ou coeficiente alfa, é a rentabilidade acima do que o meu nível de risco me exige, e esse nível de risco é calculado através do CAPM (Capital Asset Pricing Model).

Quando formos ver a fórmula do Alfa, você vai observar que um dos componentes dela é justamente a fórmula do CAPM.

Em suma, o coeficiente alfa é o que ele traz de retorno, maior do que eu esperaria receber, com o nível de risco que ele corre.

Essa medida é amplamente utilizada por gestores de fundos de investimento. Somente por gestores? Não. Um investidor comum também consegue calcular o alfa da sua carteira.

Como calcular o Alfa de Jensen?

A fórmula é a seguinte, Yubber:

Eu sei que talvez ela não cause uma boa impressão, mas não é difícil de calcular. Basta você ter as informações em mãos. Vamos desmembrar a fórmula.

 α: Alfa que iremos encontrar

Rp: Retorno do portfólio/carteira

[Rf + .(Rm - Rf): Essa fórmula toda diz respeito ao CAPM, que é um modelo que associa o risco e retorno, onde:

Rf: Risk Free, ou taxa livre de risco, normalmente representada pela taxa Selic

β: Beta, que representa o risco sistemático do ativo

Rm: Representa o retorno do mercado

Dica importante: vamos imaginar um fundo que tenha como benchmark o Ibovespa. Pergunto: o que ele superar do Ibovespa, é o coeficiente alfa? Não! Pois como você viu na fórmula, depende do Beta.

Ou seja, é preciso analisar o que ele trouxe além do risco que ele corre.

Agora, vamos para um exemplo para que você possa entender o cálculo.

Imagine que um fundo tenha tido um retorno de 18%. Considere, ainda, que a taxa livre de risco seja de 5%, que o retorno de mercado seja de 10%, e que o Beta seja de 1,2.

Portanto:

Rp → 18%

Rf → 5%

Rm → 10%

→ 1,2

Aplicando, fica:

Multiplicando por 100, chegaremos ao resultado em porcentagem, portanto, 7%.

E o que isso quer dizer?

Quer dizer que o gestor alcançou um alfa de 7%, ou seja, ele conseguiu superar o retorno que ele esperava receber, com o nível de risco que ele corre.

Inclusive, o coeficiente alfa é uma das métricas para se basear na hora de escolher um fundo de investimento. Nós temos um artigo com algumas dicas sobre como comparar fundos.

Conclusão

O Alfa de Jensen, ou coeficiente alfa, é uma medida bastante importante e amplamente utilizada pelos gestores de fundo para conhecerem suas performances. Mas, também é possível você mesmo utilizar para calcular sua carteira.

A grande utilidade dele se deve ao fato de considerar o nível de risco que se está correndo, mostrando um retorno, portanto, acima desse risco.

E aí, Yubber, você gostou do artigo? Conseguiu entender o que é Alfa de Jensen?


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo