ROCE (Return on Capital Employed): entenda esse indicador

A análise de ações é composta da verificação de diversos indicadores para se chegar a conclusão se a empresa é um bom investimento ou não. Esses indicadores tendem a mostrar a performance da empresa com base em determinado critério.

São muitos os indicadores existentes, de forma que o investidor deve saber escolher qual indicador representa o critério mais importante para a escolha de uma empresa dentro de sua estratégia de investimento.

Um indicador financeiro muito interessante a ser observado é o ROCE (Return on Capital Employed) que representa o nível de eficiência da empresa. Venha conhecer mais sobre ROCE neste artigo!

O que é Return on Capital Employed?

O Return on Capital Employed é um indicador fundamentalista financeiro que tem por objetivo determinar o nível de eficiência de uma empresa, isso é, se o capital que é empregado nessa empresa está trazendo resultados para a empresa.

Em português esse índice também é conhecido por Retorno sobre o Capital Empregado, o ROCE é o indicador que sinaliza se a empresa consegue retornar de forma eficiente o dinheiro que foi investido nela.

É importante não confundir o ROCE com outro indicador, o ROE, apesar das siglas parecidas, esses indicadores se diferem no objetivo da análise. 

Como calcular o ROCE - Return on Capital Employed?

O ROCE é calculado através da divisão do EBIT pelo capital empregado.

“Mas o que é EBIT”?

Antes de explicarmos a fórmula do ROCE precisamos explicar uma de suas variáveis, o EBIT. Já avisando para não confundir EBIT com EBITDA.

O EBIT é uma sigla que significa Earnings Before Interests and Tributation ou no bom e velho português: lucro antes dos juros e tributos, isso é o lucro total da empresa antes de serem deduzidos os impostos e pagos quaisquer juros. Dessa forma o EBIT representa o lucro operacional da empresa ignorando dívidas ou operações de natureza financeira.

Agora que você já sabe o que é o EBIT vamos continuar…

Fórmula do ROCE

A fórmula para o cálculo do Return on Capital Employed é a seguinte:

 ROCE = EBIT / Capital empregado

O capital empregado é uma variável que ainda possui bastante discussão sobre onde vai o seu limite, muitos atribuem ao passivo não circulante, outros a subtração do ativo circulante pelo passivo circulante, alguns ainda pelo total de ativos. Como não há consenso, você pode usar qualquer um dos três métodos, desde que ao comparar o ROCE com de outra empresa ela tenha sido analisada pelo mesmo método.

Análise do Return on Capital Employed

A análise do Return on Capital Employed é feita de forma que quanto maior o resultado do ROCE que é em porcentagem, maior é a eficiência da empresa e sendo assim essa deve prevalecer em razão das pares.

Sempre bom lembrar de que não se deve analisar indicadores de forma isolada, mas sim, buscar compreender o que levou a performance no indicador e se possível verificar a recorrência em períodos.

Esse indicador pode ser um bom critério de desempate entre empresas, então fique atento para lembrar de utilizá-lo na sua análise.

Conheça mais sobre indicadores e análise fundamentalista, o Yubb possui diversos conteúdos para você investir melhor.


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo