5 dicas para montar a sua carteira de criptomoedas

Yubber, cada dia que passa as criptomoedas ficam mais faladas. De fato, as moedas digitais estão revolucionando o mercado com sua proposta totalmente descentralizada e tecnológica.

Muitos analistas indicam ter pelo menos uma fração da carteira de investimentos alocada em criptomoedas, devido aos potenciais presentes nelas.

Alguns investidores ainda têm um pouco de receio nessa modalidade de investimento, então darei 5 dicas para que você possa montar uma carteira com um pouco mais de tranquilidade.

1. Perfil de investidor

Esse passo é MUITO importante, Yubber. Veja bem, de nada adianta investir em criptomoedas se elas não fazem sentido ao seu perfil de investidor.

Uma pessoa conservadora, por exemplo, passaria por um stress muito alto investindo em moedas digitais, pois uma característica forte delas é a volatilidade.

E esse stress, inclusive, poderia fazer com que a pessoa tomasse decisões precipitadas, ou seja, decisões erradas por falta de controle emocional, como vender os ativos em queda e levar prejuízos.

Então não adianta querer investir nessa modalidade se você não tem o perfil para isso.

Criptomoedas são indicadas para investidores com perfil mais agressivo.

Sério, vai por mim, Yubber: não pule esse passo!

2. Diversificação

Nunca coloque todos os ovos na mesma cesta”

Não tem como não dizer essa frase quando se trata de investimentos. A diversificação é tão importante quanto respirar.

Que exagero!”

Não é, não. Imagina você colocar todo o seu patrimônio em um único ativo e acontecer alguma coisa que leve a um prejuízo irreversível? Isso seria, sem dúvida, uma das coisas mais frustrantes da sua vida.

Portanto, quando pensar em criptomoeda, não pense somente em bitcoin; considere outras moedas também. Há outras moedas digitais com projetos muito interessantes por trás, como Ethereum e Tether (mas não somente elas, pesquise mais algumas).

3. Horizonte de tempo

Por quanto tempo você pretende manter os seus investimentos em criptomoedas?

Estou considerando que você não é um especulador. Como estamos falando de montar uma carteira, a ideia é permanecer com elas por um longo período.

Como há bastante volatilidade, bem como potencial de crescimento, o interessante é que você tenha visão de longo prazo.

Portanto, analise também esse ponto.

4. Wallet

Não adianta montar uma boa carteira se você não tiver um lugar seguro para guardar as moedas.

No mercado, há as hot wallets e cold wallets. Basicamente, a primeira é uma carteira que fica conectada com a internet, o que oferece mais praticidade, e a segunda é uma carteira offline, sem conexão com a internet, parecido com um pendrive.

Pensando em uma carteira para o longo prazo, o interessante é guardar em cold wallet, pois como não é conectada a internet, é menos suscetível a golpes.

5. Senha

Yubber, aqui é a mesma ideia. Não adianta você ter uma boa carteira, se você esquecer sua senha.

Como é uma plataforma descentralizada, não há a possibilidade de redefinir a senha. Se você esqueceu, esqueceu: não tem como recuperar e você perde todo o seu dinheiro.

É comum ler notícias por aí de pessoas que esqueceram suas senhas, e às vezes são fortunas.

Portanto, guarde ela com muito cuidado!!!

Espero que tenha gostado das dicas, Yubber!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo