À prova de fogo

Momento decisivo para criptomoedas

evento online e gratuito 4 a 7 de Julho às 19h

Inscreva-se

VNA (Valor Nominal Atualizado): o que é e como funciona?

A sigla VNA significa Valor Nominal Atualizado e representa o índice de reajuste utilizado pelo mercado financeiro para valorizar os títulos públicos do Tesouro Nacional. O indicador é divulgado pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

Essa ferramenta é muito útil para os investidores saberem quanto está a valorização atual dos títulos que possuem, mesmo antes do seus vencimentos. Para isso, a metodologia leva em conta as variações diárias de indexadores econômicos. 

Esse mecanismo existe porque os títulos públicos do Tesouro Direto podem ser vendidos antes da data de vencimento. Ou seja, é um procedimento que o investidor pode usar para saber se a valorização atual está condizente com os objetivos que ele esperava.

No entanto, o VNA não significa que esse será o valor de mercado desse título. Ele é apenas um parâmetro para acompanhar o comportamento do rendimento desse ativo.

Para isso, ele é divulgado todo o dia 15 de cada mês e seus valores afetam principalmente os papéis do Tesouro indexados à inflação (NTN-B e NTN-C) e as letras financeiras do tesouro (LFT).

Os valores do VNA podem sofrer algumas pequenas correções. Isso acontece porque essas datas de divulgação sobre inflação, juros e outros indicadores não coincidem com a do VNA.

Como é feito o cálculo do VNA?

Esse cálculo é desenvolvido desde 2000 e leva sempre em consideração os valores históricos. Com isso, os valores atuais vão depender da variação inflacionária do mês e multiplicados pelos valores do mês passado.

Desta forma, a fórmula do cálculo pode ser representada por:

VNA = (VNA do mês anterior) x (1 + IPCA)

Ou então, é possível calcular o valor histórico do VNA por um período maior, desde que os valores sejam relacionados:

VNA = (VNA da data de referência) x (variação do IPCA entre a data de referência e a data atual).

Qual a diferença entre VNA e Valor de mercado?

O valor atualizado pelo VNA de um título pode não ser o mesmo que o mercado pague por ele. São dois valores diferentes, pois eles estão relacionados com indexadores diferentes.

O VNA está relacionado a indicadores inflacionários, como o IPCA no caso do NTN-B ou o IGP-M no caso do NTN-C. Já o valor de mercado tem mais relação com a taxa de juros na data da negociação - sendo que isso pode valorizar ou desvalorizar o título.

Ou seja, o investidor deve conhecer o VNA e usá-lo como um comparativo para saber se é vantajoso vender ou não um título público.

O grande objetivo do VNA é trazer mais informações aos investidores sobre o atual rendimento dos títulos. Isso porque existem alguns ativos desta categoria com vencimentos muito distantes.

Por exemplo, se um investidor comprou em 2010 um papel do Tesouro IPCA 2030, ele pode usar essa ferramenta para saber exatamente quanto esse título valeria hoje, em 2020. Isso porque os cálculos fazem as projeções mensais sobre os valores inflacionários desde o período inicial da aplicação.


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo