O que é CDI?

CDI significa Certificado de Depósito Interbancário e é a taxa de juros que corresponde a operações de curtíssimo prazo (normalmente de apenas um dia) realizadas entre bancos.

Ao final de cada dia, os bancos precisam ter determinados recursos mínimos. Se eles não conseguem atingir esse nível, pedem dinheiro emprestado até conseguir normalizar os recursos mínimos (isso, normalmente, acontece no próximo dia útil).

O CDI tem total relação com a SELIC, taxa “mãe” da economia - a famosa taxa básica de juros. Na maioria das vezes, o CDI rende 0,1% a menos que a SELIC. As taxas caminham juntas.

Isso acontece porque a SELIC também é uma taxa de juros correspondente a operações de empréstimo entre bancos. Mas, no caso da SELIC, títulos públicos são dados como garantia. No CDI, a operação é feita de banco para a banco sem o lastro dos títulos públicos.

Podemos fazer uma analogia para ficar mais simples. O CDI funciona como um CDB entre bancos - um título que é utilizado entre eles.

CDI nos investimentos

A maioria dos investimentos em renda fixa é atrelada ao CDI. Isso significa que a rentabilidade das suas aplicações está diretamente ligada a essa taxa. 

Quando você busca por investimentos por CDBs, LCIs, LCAs e outros investimentos de renda fixa, é muito comum encontrar uma rentabilidade de X% do CDI.Isso significa que o seu investimento irá render um porcentual da taxa CDI daquele período. 

Exemplo prático: o CDI está em 2,15% ao ano. Seu investimento rende 100% do CDI. Isso significa que seu investimento rende 2,15% ao ano. 

Esse é só um exemplo, afinal, existem muitos investimentos que pagam bem mais que 100% do CDI.

Entender qual é o valor da taxa é muito importante para entender a rentabilidade dos seus investimentos.

E por que é interessante ficar acima do CDI?

Porque, como dito, o CDI é uma taxa muito próxima à SELIC. O Tesouro Direto, programa de investimentos do governo, oferece um título chamado Tesouro SELIC em que sua rentabilidade é a taxa SELIC.

Como é um título garantido pelo Tesouro Nacional, é o investimento mais seguro do Brasil. Se for para você, investidor, ter uma taxa próxima à SELIC, é melhor investir diretamente no Tesouro Direto.

Se for para você ter outros investimentos de renda fixa em carteira, o ideal é que eles rendam mais do que 100% do CDI.

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo