O que é e como investir em LCI (Letra de Crédito Imobiliário)?

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) é um tipo de investimento em renda fixa de baixo risco operado pelos bancos para aplicar em programas do setor imobiliário. Seu principal atrativo é a isenção de Imposto de Renda sobre os rendimentos, assim como acontece nas LCAs (Letras de Crédito do Agronegócio).

É como se você emprestasse para as instituições financeiras investirem em seus projetos de incentivo imobiliário. As LCIs possuem baixo risco pois contam com a garantia do FGC que cobrem investimentos de até R$ 250 mil caso aconteça algo com o banco que emitiu a letra.

Quais tipos de LCI existem?

Assim como diversos outros tipos de aplicação, as LCIs podem ser encontradas de três formas:

  • Letras prefixadas: desde o início é possível saber o valor da remuneração paga pela aplicação, pois o título é indexado uma taxa fixa.
  • Letras pós-fixadas: as taxas referenciais são conhecidas desde o início, porém ainda não se sabe qual o valor durante todo o período da aplicação. Com isso, não é possível saber quanto serão os ganhos na data do investimento. Normalmente, a taxa usada é o CDI que tem rentabilidade um pouco abaixo da taxa SELIC.
  • Letras híbridas: além de possuírem algum indexador prefixado, esses tipos de aplicação também são atrelados aos índices de inflação daquele período (que podem ser medidos pelo IPCA ou IGP-M).

Quanto é o tempo de carência das LCIs?

Diferentemente das aplicações do Tesouro Direto, as Letras de Crédito Imobiliário não podem ser vendidas a qualquer momento. Ou seja, é preciso esperar o tempo de carência para que a sua aplicação possa ser sacada. Esse tempo é regulamentado pelo Conselho Monetário Nacional e, em geral, dura 90 dias.

Após esse período, existem algumas LCIs com liquidez diária, possibilitando o saque do investimento antes da data de vencimento. No entanto, não é toda letra que possui essa modalidade de retirada. Os prazos de vencimento podem oscilar entre três meses e três anos.

Ainda assim, existe a possibilidade de venda para outro investidor que esteja interessado a esperar o vencimento. Para isso, é preciso cautela para não perder o dinheiro rendido.

As LCIs são isentas de Imposto de Renda

A melhor característica das LCIs e LCAs são relacionadas aos custos e taxas, pois são investimentos isentos de Imposto de Renda – diferentemente dos outros títulos de renda fixa. É nesse ponto que uma LCI com menor rendimento pode ser muito mais atrativa do que um CDB com ganho superior, pois esse segundo incide no Imposto de Renda.

Como investir em LCI?

Primeiramente é importante conhecer como os LCIs funcionam e quais são seus objetivos de investimento, pois esse tipo de aplicação tem vantagens e desvantagens. Por exemplo, se você busca rendimento a curto prazo, as Letras de Crédito Imobiliário não são recomendáveis - devido ao tempo de carência e duração que elas possuem.

Definidos os seus objetivos, o primeiro passo é escolher um banco ou corretora e, de preferência, que não cobrem taxas abusivas. Existem instituições, por exemplo, que não possuem taxas de administração e corretagem.

Dentre o montante que você quer aplicar, prefira investimentos menores de R$ 250 mil, que é o valor máximo coberto pelo FGC.

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo