Conheça os investimentos de financeiras: LC e RDB

As Letras de Câmbio (LCs) e os Recibos de Depósito Bancário (RDBs) são investimentos emitidos por financeiras e costumam ser pouco conhecidos. Entretanto, são ótimas opções para quem busca rentabilidade em aplicações de renda fixa e com baixo risco.

Quando o assunto é investimento, os bancos e corretoras são as mais procuradas e as que possuem mais tipos de aplicação diferentes. Popularmente, as financeiras são conhecidas por serem empresas especializadas em crédito pessoal e financiamento. No entanto, elas também podem captar recursos para aplicar em suas operações.

Afinal: o que é uma financeira?

É uma instituição regulamentada pelo Banco Central especializada em operações de crédito, financiamento e investimentos.

Como próprio nome diz, seu principal objetivo é o financiamento de bens duráveis e a oferta de empréstimos pessoais. Além disso, para custear suas atividades, também podem captar recursos por meio de investimentos em renda fixa emitidos através de Letras de Câmbio (LCs) e Recibos de Depósito Bancário (RDBss).

Financeiras oferecem rendimentos melhores do que bancos

Por serem menores, as financeiras oferecem rentabilidades muito mais atrativas do que as instituições bancárias. Esse é um grande atrativo, uma vez que ambas entidades contam com o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) que assegura um aporte de até R$ 250 mil por CPF caso a emissora do título passe por problemas financeiros.

Quais os tipos de investimento de financeiras?

Como já mencionamos, as financeiras emitem dois tipos de títulos de investimento: LC e RDB. A primeira modalidade é um produto que só pode ser negociado nessas instituições. Já os RDBs podem ser encontrados em bancos, embora não sejam usuais.

Qual a diferença entre LC e RDB?

Teoricamente, as Letras de Câmbio e os Recibos de Depósito Bancário são muito parecidos. Ambos atuam em renda fixa, têm baixo risco, são emitidos por financeiras e são segurados pelo FGC.

Para os investidores, não existe muita diferença a não ser pelos locais onde essas aplicações podem ser encontradas. As letras de câmbio podem ser negociadas nas financeiras, em corretoras ou plataformas de investimento. Diferentemente dos RDBs que só podem ser comprados diretamente nas emissoras do título.

Além disso, as Letras de Câmbio só podem ser emitidas por meio de lastro. Ou seja, a financeira não pode oferecer se ela não tiver uma operação que dê o crédito para isso, diferentemente dos RDBs que podem ser emitidos a qualquer momento.

Como são categorizadas as aplicações em LC e RDB?

Os investimentos em LC e RDB podem ser prefixados ou pós-fixados e seguem as mesmas regras dos CDBs e outras aplicações em renda fixa. A diferença é que, na prática, as rentabilidades são um pouco maiores.

Embora seja mais comum encontrar liquidez no dia do vencimento, atualmente, já existem opções com liquidez diária para investimentos em LCs e RDBs.

Os valores iniciais costumam variar, assim como os prazos de vencimento que podem ser longos. Por incidirem no Imposto de Renda, é preferível manter as aplicações a prazos maiores para que a alíquota cobrada seja menor.

Onde encontrar RDB e LC?

É importante lembrar que os RDBs são disponibilizados somente nas financeiras, bancos ou nas plataformas controladas por eles. Diferente das LCs que podem ser negociadas também por corretoras.

No buscador do Yubb, você encontra RDBs e LCs de diferentes emissores e distribuidores com altas rentabilidades. Vale a pena conferir!

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo