Cheque especial: 4 dicas para evitá-lo

Existem várias desculpas: um imprevisto, um acidente, aquela compra com desconto “imperdível”, o famoso “eu mereço” e até mesmo quem não conheça as implicações da utilização do cheque especial. 

O problema é que essa forma de crédito fácil acaba por desequilibrar as contas de pessoas de todas as classes sociais que se iludem com a facilidade de acesso ao dinheiro e depois sofrem com os juros altos e até mesmo dívidas “impagáveis”.

É claro que há situações em que essa poderia ser a última alternativa, porém existem formas de evitar cair na tentação de utilizar esse crédito e assim evitar a incidência de juros que se acumulam e por vezes causam a ruína financeira de milhares de pessoas.

O Yubb separou 4 dicas para que você evite a utilização do cheque especial e mantenha suas finanças em ordem!

O que é o cheque especial?

O cheque especial é uma forma de crédito que o banco oferece aos seus correntistas de forma pré aprovada. Ou seja, é um empréstimo que pode ser tomado a qualquer momento - atualmente com os aplicativos você consegue até mesmo ativar na hora esse limite.

Esse limite de crédito é oferecido segundo uma avaliação simples do banco e sendo assim possui juros maiores já que o banco não tem garantias de pagamento como em outros empréstimos.

O perigo do cheque especial se dá pela forma como os juros são calculados - de forma composta. Ou seja, o juros incide sobre o valor tomado mais o juros que já incidiu anteriormente. Isso causa uma bola de neve que em pouco tempo torna um pequeno valor em algo expressivo.

Como existe facilidade e praticidade muitas pessoas por não conhecerem o funcionamento desse crédito aderem a sua utilização e assim acabam se enrolando em dívidas.

4 dicas para evitar o cheque especial

1. Desabilite/cancele o cheque especial

Se você está com suas contas organizadas e não quer correr o risco de aderir ao cheque especial por impulso, a dica é: cancele esse serviço ou veja com o banco como desabilitá-lo. A armadilha do cheque especial está em sua facilidade, ao dificultar o acesso você consegue se controlar melhor e lembrar por que não vale a pena aderir esse crédito.

2. Diminua seu limite de cheque especial

Diminua seu limite de crédito! Para algumas pessoas, é essencial possuir o cheque especial por motivos diversos. Se você faz parte desse grupo, busque ao menos reduzir o limite de crédito disponível para que você não acabe se endividando mais do que o necessário.

3. Organize seus gastos

Muitas pessoas até mesmo não precisam utilizar o cheque especial, mas acabam por fazê-lo por não organizarem seus gastos. Gastar apenas o que se tem disponível deve ser um princípio básico, para isso é necessário ter um controle financeiro: Quanto você ganha, quais são seus gastos essenciais, o que pode ser gasto com coisas não essenciais e assim vai. 

Existem diversas tabelas e aplicativos de orçamento familiar que podem te ajudar a manter o controle do seu dinheiro, quanto mais visível para você mais fácil de não pular fora do orçamento.

4. Monte uma reserva de emergências

Imprevistos acontecem, mas você pode se preparar para enfrentá-los. Para que você não tenha que recorrer ao cheque especial é interessante que você possua uma reserva para emergências. Esse valor pode ser construído aos poucos e irá te salvar em eventos não previstos. 

Tente juntar ao menos o valor correspondente ao seu salário mensal e guarde esse dinheiro em uma conta diferente da de uso do dia a dia para que não gaste com besteiras.

Lembrando que imprevistos e emergências são coisas sérias, não desmanche sua reserva com fatos que podem ser administrados. 

O mais importante é não cair nos juros do cheque especial.

Compreendeu a importância de fugir dos juros altos do cheque especial? Agora é hora de colocar essas dicas em prática e não cair mais nessa armadilha de juros compostos altíssimos! 

Aqui no Yubb buscamos ajudar pessoas com educação financeira e bons investimentos. Sabia que os juros que te quebram no cheque especial podem te ajudar a construir riqueza nos investimentos? Aprenda a investir com a gente, não deixe de nos conhecer!

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo