O que é e qual a importância da Política Cambial?

Talvez você já tenha ouvido falar sobre política cambial, mas não entende muito bem o que é, nem como funciona. Mas não se preocupe, porque você vai sair desse artigo entendendo o que é essa medida.

O que é Política Cambial?

Nós podemos dizer que política cambial é um conjunto de medidas adotado pelo governo para controlar a relação de preço entre a nossa moeda e moedas estrangeiras. Essas medidas são muito importantes pois são usadas, por exemplo, para controle de inflação e da dívida pública federal no mercado externo.

Como o preço da nossa moeda frente ao dólar é definido?

O preço da nossa moeda frente ao dólar é definido pela lei da oferta e demanda.

Política cambial no Brasil

No Brasil, assim como a maioria das economias, é utilizado a política de câmbio flutuante, que seria dizer mais ou menos assim: o câmbio flutua de acordo com a demanda.

Acontece que, é possível que o Banco Central tenha de intervir para equilibrar a oferta e demanda do dólar, e isso é chamado de política cambial flutuante suja, que nada mais é que o Banco Central entrar na ponta compradora, caso tenha muita gente ofertando dólar e o preço esteja caindo, ou entrar na ponta vendedora, caso tenha muita gente querendo comprar dólar e o preço esteja subindo demais. E ele faz isso porque há os pontos positivos e negativos do dólar subir ou cair demais. Vamos entender quais são eles?

Dólar barato (ou real valorizado): vamos imaginar que há uma paridade entre as moedas, ou seja, BRL 1,00 = USD 1,00. Olhando para essa situação, o que você conclui? Que o dólar está barato, correto? Isso até pode parecer bom em um primeiro momento, mas nós somos um país emergente.

“Ok, mas o que isso tem a ver?”

Vamos lá. Você concorda que nossa tecnologia não é das melhores? Logo, se nossa tecnologia não é das melhores e, com o dólar barato, o que tendemos a fazer? Importar mais, viajar com mais frequência para o exterior. E sabe o que isso pode acarretar? O enfraquecimento de nossas indústrias.

Se nossa indústria nacional está enfraquecida, o que vai acontecer? Teremos desemprego e diminuição na arrecadação do governo.

Resumo: Real valorizado demais é ruim para nossa economia, pois enfraquece as indústrias nacionais e, por consequência, gera desemprego e diminui arrecadação do governo.

Agora vamos para outro cenário.

Dólar caro (ou real desvalorizado): agora vamos imaginar que temos 1 dólar para cada R$ 6,00, ou seja, BRL 6,00 = USD 1,00. Olhando para essa situação, certamente você ficaria muito incomodado, correto? E esse incômodo faz sentido.

Vamos usar como exemplo o agronegócio, que no Brasil é muito forte, e falar especificamente da pecuária. 

Imagine que um produtor venda a arroba do boi ao mercado externo por U$ 70,00. Quando convertido para real, isso resulta em R$ 420,00 (considerando que um dólar = R$ 6,00). O que isso significa? Significa que esse produtor vai vender para o mercado interno (Brasil) pelo mesmo preço que vende ao mercado externo, ou seja, a R$ 420,00.

Com esse preço, o que aconteceria? A carne que você fosse comprar lá no açougue estaria mais cara, impactando, então, o seu bolso.

E outra coisa que devemos pontuar são as dívidas precificadas em dólar que o governo e grandes empresas do país têm. Se a dívida, por exemplo, é de 2 milhões, significa que, em reais, isso corresponde à 12 milhões de reais (considerando que um dólar = R$ 6,00).

Já que essas empresas têm suas dívidas precificadas em dólar e o dólar está alto, o que vai acontecer é que elas vão passar isso para os produtos que comercializam.

Quanto ao governo, que também tem dívidas precificadas em dólar, o que vai acontecer é que ele vai investir menos em saúde, segurança e educação, além de aumentar carga tributária.

Resumo: Real desvalorizado demais também é ruim para a economia, pois provoca inflação pelo fato das empresas repassarem isso, e diminui os investimentos por parte do governo em áreas essenciais, além de aumento na carga tributária.

Entendeu a importância da atuação do Banco Central? Ele tem o desafio muito grande de exercer a política monetária para que não fiquemos nos extremos, ou seja, com o real muito valorizado ou muito desvalorizado.

Espero que eu tenha conseguido te ajudar a entender essa política tão importante na nossa economia!

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo