Banco Mundial: o que é e por que é importante?

Se você já ouviu falar sobre o Banco Mundial, provavelmente tenha sido por causa de assuntos relacionados a algum tipo de auxílio financeiro, certo?

Pois saiba que essa entidade tem um papel fundamental na economia dos países em desenvolvimento. Continue a leitura e entenda exatamente o que faz e de que forma o Banco Mundial atua para apoiar essas nações. Confira a seguir!

O que o Banco Mundial?

O Banco Mundial é um órgão que integra a Organização das Nações Unidas (ONU), porém possui uma estrutura independente. Ele foi criado no final da Segunda Guerra Mundial por meio do acordo de Bretton Woods, com o objetivo de apoiar a reestruturação das economias que foram arrasadas pelo conflito.

Hoje em dia, o foco da organização é reduzir a pobreza e a desigualdade mundial e promover o crescimento econômico de países em desenvolvimento. Para isso, realiza empréstimos destinados a programas sociais e obras diversas, principalmente nos setores de infraestrutura e saneamento.

Além de empréstimos, o Banco Mundial promove ações para o desenvolvimento da iniciativa privada e das populações, em relação à melhora do acesso à saúde e à educação. Tudo isso é realizado com o objetivo de criar um ambiente macroeconômico próspero e sustentável, para que as economias consigam se desenvolver.

Quem participa do Banco Mundial e qual a sua estrutura?

Atualmente, 189 países fazem parte do Banco Mundial, sendo o Brasil um de seus membros. A sua sede fica em Washington, sendo que os Estados Unidos são o principal acionista da instituição.

Em relação à estrutura, existem cinco órgãos que formam a entidade:

- Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD): concede empréstimos a países com renda per capita até cerca de US$ 12 mil, mediante garantia de crédito dessas nações.

- Associação Internacional de Desenvolvimento (AID): já o papel da AID é conceder empréstimos sem juros para os países do mundo mais afetados pela pobreza.

- Corporação Financeira Internacional (IFC): O trabalho da IFC tem foco no setor privado. Nesse sentido, presta assessorias, financia projetos e, também auxilia na captação de recursos no mercado internacional.

- Agência Multilateral de Garantia de Investimentos (AMGI): esse órgão serve como garantidor de investidores que desejam destinar recursos para projetos de auxílio social ou econômico aos países em desenvolvimento.

- Centro Internacional para Resolução de Controvérsias sobre Investimentos (CIRDI): por fim, o CIRDI atua como um órgão conciliador em questões que envolvem recursos internacionais para  investimentos nesses países. 

Qual a diferença entre o Banco Mundial e o FMI?

Tanto o Banco Mundial quanto o Fundo Monetário Internacional (FMI) têm o objetivo de fornecer auxílio financeiro aos países. A diferença é que o primeiro, como vimos, tem foco no desenvolvimento da economia, ao passo que o segundo atua em momentos de crises ou dificuldades financeiras dos países.

Neste artigo, saiba mais sobre o papel do Fundo Monetário Internacional.

Se você se interessa por assuntos ligados à economia, dê uma olhada nos artigos abaixo!

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo