O que são direitos de subscrição?

Ao investir em uma empresa o acionista consciente busca ser dono de uma parte dessa empresa - que mesmo que seja pequena irá trabalhar para ele e remunerar seu capital investido. 

A sua parte na empresa vai depender de quantas ações você adquiriu tendo em vista que a quantidade de ações emitidas é limitada. Todavia, existem casos em que as empresas decidem por emitir novas ações para aumentar o capital, neste momento que entra a bonificação do direito de subscrição, e você precisa entender sobre esse provento para que você não perca dinheiro. Continue com a gente e descubra tudo sobre subscrição.

  • O que é direito de subscrição?
  • Vantagens 
  • Como funciona o direito de subscrição?
  • Como utilizar seu direito de subscrição?

O que é direito de subscrição?

O direito de subscrição é um direito assegurado pela Lei das Sociedades Anônimas para o acionista - principalmente o pequeno como nós cidadãos comuns - como forma de manter sua participação percentual na empresa. 

Vamos simplificar para você entender explicando quando esse provento é distribuído.

No momento em que uma empresa de capital aberto decide emitir novas ações, essa nova emissão impactará o percentual que o acionista já possui na empresa pois o valor total da empresa passa a ser dividido por mais partes - as novas ações. 

Como forma de garantir que o acionista atual não perca sua participação real, é assegurado o direito de subscrição que é a possibilidade de adquirir com preferência uma quantidade proporcional de novas ações em relação às ações que o investidor já possui. Dessa forma sua participação percentual não se alteraria com a nova emissão.

Se não fosse esse provento investidores com maior poder de compra poderiam comprar as novas ações e assumir grandes posições na empresa no momento do aumento de capital.

Essa preferência é dada ao acionista como forma de provento, do qual ele pode fazer uso ou não.

Vantagens 

Os direitos de subscrição são proventos que possibilitam certas vantagens para os investidores:

  1. Manter sua participação proporcional na empresa

A finalidade dos direitos de subscrição são sua principal vantagem pois permitem que você ganhe com sua manutenção de participação na empresa.

  1. Comprar ações mais baratas que as negociadas no mercado

Os direitos de subscrição permitem que o acionista compre as novas ações por um preço geralmente menor que o que está sendo negociado no mercado. Isso pode permitir a realização de trades com foco na diferença de preços ainda que não exista a vontade de o acionista de manter aquela posição.

  1. Maiores ganhos com dividendos e jcp

Ao usufruir dos direitos de subscrição o investidor amplia seus lucros com os outros proventos: dividendos e juros sobre capital próprio que são pagos proporcionalmente a quantidade de ações do investidor.

  1. Venda da preferência no mercado secundário

O acionista ainda pode lucrar caso não deseje usufruir dos direitos de subscrição com a venda do seu provento no mercado secundário.

Como funciona o direito de subscrição?

A empresa ao decidir realizar o aumento de capital através da emissão de novas ações avisa seus investidores desse procedimento. A partir daí são divulgados os dados referentes ao procedimento de subscrição: a data limite de compra, a data de negociação, a quantidade de direitos que o acionista possui. 

Com esses dados o investidor decide se vai fazer o uso dos direitos de subscrição, se vai negociá-los ou até mesmo ignorar essa oportunidade.

Apesar de possuir regras gerais, o investidor deve se atentar ao comunicado da empresa e ao modo de operar na sua corretora para que não fique de fora dessa oportunidade.

Como utilizar seu direito de subscrição?

O investidor deve analisar as condições da subscrição para saber se vale a pena fazer o uso do seu direito ou se é melhor negociá-lo em mercado como uma forma de lucrar com esse provento.

Algumas situações que o acionista deve se atentar para decidir como utilizar seu direito de subscrição:

  • Preço das ações no mercado x preço das ações com direito de subscrição;
  • Interesse de continuar sócio da empresa;
  • Condições das ações da subscrição - algumas vezes podem existir regras para dividendos nessas ações.

Com essas informações em posse você será capaz de decidir a melhor forma de utilizar seu direito.


Tirou todas suas dúvidas sobre os direitos de subscrição? Conheça mais sobre ações e renda variável nos nossos conteúdos aqui e nas redes sociais!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo