GAP: o que é e como analisar?

Yubber, investidores técnicos têm como premissa a análise gráfica. Ou seja, toda a decisão de investimento é tomada em cima de análises técnicas, sendo feitas por meio de gráficos.

O GAP é um dos conceitos utilizados, então, se você quer entender mais sobre ele, fique com a gente no artigo!

O que é GAP?

Yubber, você já observou algum gráfico de preço de ativos com algum espaço nele, como se tivesse descolado? Basicamente, esse é o GAP.

Esses espaços, ou GAPs, são áreas de preço nas quais não ocorreu nenhuma negociação do ativo em questão. É comum que ocorra entre o fechamento e abertura do pregão seguinte.

Portanto, você vai observar uma espécie de “buraco” entre a cotação final de um dia, e a cotação inicial do outro dia.

Há uma série de fatores que podem influenciar esse movimento, como por exemplo, uma empresa divulgar um resultado positivo muito maior que o esperado, fazendo com que as pessoas lancem uma ordem de compra que pode pressionar o preço de abertura para cima, em relação ao preço anterior de fechamento.

Mas, o contrário também é verdadeiro, alguma notícia ruim também pode impactar negativamente, fazendo com que haja muitas ordens de venda, pressionando o preço para baixo, em relação ao preço anterior de fechamento.

Os GAPs podem evidenciar que alguma coisa relevante aconteceu com os fundamentos ou expectativas das pessoas.

Dê uma olhada no gráfico abaixo para você entender como o GAP se configura.

Esse gráfico é da Vale, e esse GAP ocorreu na época do acidente do rompimento da barragem em Brumadinho.

Com essa notícia, muitas pessoas começaram a se desfazer de seus papéis, fazendo com que o preço descolasse em relação ao fechamento do pregão anterior.

Tipos de GAP

Existem alguns tipos de GAPs, mas os mais conhecidos, são:

GAP de Fuga

GAP de fuga será causado, basicamente, pelo aumento de interesse por aquele determinado ativo.

Ele representa os investidores que não conseguiram entrar no movimento inicial da tendência, e no meio tempo em que eles esperavam por alguma retração no preço, mudaram de ideia.

GAP de Exaustão

Esse GAP normalmente aparece em fases finais do movimento do mercado. Ele mostra ao investidor que a tendência do ativo, seja ela de alta ou baixa, não permanecerá e que, provavelmente, uma reversão acontecerá com esse ativo.

GAP de Medida ou Continuação

Esse tipo de GAP passa a mensagem ao mercado que a tendência do ativo, seja ela de baixa ou de alta, pode continuar por um bom tempo após a sua formação.

Conclusão

Para aqueles com perfis mais técnicos, que gostam de análise gráfica, os GAPs são uma das maneiras de analisar as tendências, suportando, então, suas tomadas de decisões.

Quando eu digo “tomadas de decisões”, eu me refiro ao fato de o investidor poder visualizar a melhor alternativa para aquele momento, ou seja, se é melhor comprar ou vender.

A estratégia é característica forte de quem tem uma visão mais de curto prazo. Para quem tem o perfil de análise fundamentalista, as estratégias são outras.

Yubber, entendeu o conceito de GAP?


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo