Quais são os riscos das criptomoedas?

Desde o surgimento do Bitcoin, investidores se perguntam quais os principais riscos existentes nas criptomoedas. Muitos animados com as possibilidades de enriquecimento rápido e exponencial ignoram que, como qualquer ativo financeiro, existem certos perigos que devem ser conhecidos e mitigados.

A medida em que surgem novas moedas digitais, devemos buscar compreender os riscos que cercam esses ativos para poder investir com segurança.

Antes de seguir para a explicação vamos alinhar o conceito de criptomoedas. Elas são qualquer moeda digital que utilize criptografia no seu funcionamento e tenha função de reserva de valor, meio de troca e unidade de conta.

Neste artigo explicaremos quais são os principais riscos das criptomoedas:

  • Volatilidade
  • Risco operacional 
  • Criação de novas criptomoedas 
  • Fraudes 
  • Chave hackeada ou perdida
  • Intervenções de Governos Locais
  • Falta de uma instituição central reguladora
  • Capacidade de processamento

Volatilidade

A grande volatilidade das criptomoedas é um fator de risco pois pode gerar prejuízos ao investidor que não está preparado para “segurar” o ativo.

As moedas digitais funcionam quase que exclusivamente na lei de oferta e demanda, sendo assim como não há uma forma de controlar os preços o investidor pode perder dinheiro ao fazer resgate na hora errada.

Somente o conhecimento pode auxiliar o investidor a definir melhor os momentos da aplicação.

Risco Operacional

Apesar de possuírem em grande maioria uma estrutura sistêmica que busca impedir erros, como não há uma instituição central, caso você enquanto usuário erre os dados de uma transação e essa seja concluída, não há a possibilidade de recorrer a um suporte de um órgão regulador. 

Por isso, deve ser dada toda atenção em transações P2P - diretas entre usuários - de forma a evitar situações como essa.

Criação de novas criptomoedas

A criação de novas criptomoedas pode ser um risco na medida em que, com mais alternativas, ocorra uma desvalorização ou até mesmo desuso do produto escolhido.

Fraudes

Apesar das criptomoedas em si estarem se mostrando como seguras, existem diversos relatos de fraudes em que um enganador oferece uma transação ou investimento em criptomoedas e acaba por roubar os dados do investidor.

Para investir em criptomoedas, deve-se sempre buscar conhecer o ativo e os sites de exchange em que deseja operar. Evite promessas de ganho exageradas de pessoas ou empresas desconhecidas.

Chave Hackeada ou perdida

Outro problema técnico seria a perda da chave de segurança, sua senha pessoal. Pois, ao perder o acesso ao local de armazenamento, não seria possível restituir. 

Ou ainda, em caso de um ataque hacker ao local de armazenamento da chave privada de segurança em que existe o risco de roubo da sua chave de acesso.

Intervenção de Governos Locais

A possibilidade de intervenção por parte de um governo local proibindo ou tributando uma criptomoeda também deve ser levada em consideração. Ainda que essa possibilidade pareça remota, os interesses políticos podem levar a atitudes extremas em determinados contextos.

O que mitiga esse risco é que devido a moeda ser digital e global poderia ser usufruída em outra localidade.

Falta de uma instituição central reguladora

O que para muitos é tido como uma das principais vantagens das criptomoedas, para outros é visto como risco. A falta de uma instituição central reguladora gera desconforto de investidores pelo medo da ausência de regras quanto ao uso das criptomoedas.

Capacidade de processamento

Como as operações são feitas todas na internet é necessário que computadores realizem as transações e, para isso, são realizados aumentos no código, o que faz com que cada vez mais seja necessário mais processamento para a realização das operações. 

Isso é um risco no que diz respeito ao aumento das transações ter de ser proporcional a capacidade de processamento, o que é algo possível, porém não há limite de crescimento.

Agora que você conhece os riscos desse ativo já se sente seguro para utilizar criptomoedas? Boa parte de um bom investimento está em saber realizar o controle de riscos. Conte com o Yubb para mais explicações sobre os ativos financeiros!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo