O que é um investimento?

Quando pensamos em investimento, normalmente associamos a palavra com algum desejo, ou meta de longo prazo. Nesse sentido, é comum falarmos em investimento na carreira, na qualidade de vida, ou nos sonhos.

Mas, e quando o assunto é o seu patrimônio, o que significa investimento? Qualquer um pode investir? O que precisa para começar?

Para responder a perguntas como essas, preparamos esse material para você. Fique conosco, e entenda como esse conceito é importante para o seu dinheiro!

O que é um investimento?

Resumidamente, investir é aplicar o dinheiro com a finalidade de vê-lo render no futuro. Para isso, é importante ter noção de como funcionam a economia e o mercado, pois disso dependerão as boas escolhas para os seus recursos.

Diferentemente do que muitos pensam, não precisa ter muito dinheiro para fazer um investimento. Isso porque existem modalidades muito acessíveis e fáceis de serem operadas por qualquer um que queira ver o seu capital crescer.

Investir é diferente de poupar

Antes de mais nada, vamos esclarecer as diferenças entre esses dois conceitos.

Poupar e investir são hábitos necessários para quem deseja rentabilizar o patrimônio. Porém, são coisas diferentes, e o investidor deve ter claro esses dois conceitos.

Quando você poupa, está basicamente fazendo o seu dinheiro sobrar. Logo, é o primeiro passo que precisa ser dado para, depois, pensar em investir.

Para ter sobra de caixa, é preciso planejamento, de forma que as despesas sejam sempre menores do que a renda obtida. Nesse sentido, a primeira coisa a fazer é colocar no papel todas as despesas do mês, e compará-la com os rendimentos. 

Ou seja, poupar exige disciplina, e esse é o primeiro passo para quem deseja investir.

O que é necessário para começar a investir?

Agora que você já sabe a diferença entre guardar dinheiro e investir, é necessário ficar atento ao seguinte:

Defina o melhor tipo de investimento para o seu perfil

Já falamos em posts anteriores sobre a importância de definir o perfil do investidor

Para relembrar: os investimentos oferecem diferentes possibilidades de ganhos e, também, de riscos. Desse modo, investidores mais conservadores ficarão mais à vontade ao aplicarem seus recursos em modalidades mais previsíveis, como CDBs e títulos do Tesouro, por exemplo.

Por outro lado, perfis mais agressivos aceitarão correr mais riscos, em troca de um potencial maior de rentabilidade.

Saiba esperar o tempo certo para ver seu dinheiro render

Nesse ponto, disciplina e paciência são fundamentais. Isso porque, na maioria das vezes, você terá retorno somente no médio ou longo prazo. Por isso, é importante ajustar as expectativas em relação aos ganhos no tempo.

Procure uma boa instituição financeira

Por fim, procure uma boa instituição financeira (banco ou corretora), e avalie as opções que ela disponibiliza.

Entretanto, é sempre importante comparar os serviços de ambos. Um banco oferece algumas comodidades, principalmente para quem não tem tempo (ou disposição) para olhar de perto os investimentos.

Por sua vez, as corretoras proporcionam mais autonomia e, muitas vezes, rendimentos e custos mais interessantes para o investidor.

E então? Deu para ter ideia da importância de guardar e investir dinheiro? 😊


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo