Por que o compliance de uma empresa é importante?

A palavra compliance vem do inglês, e significa agir em conformidade, de acordo com uma regra. No Brasil, o termo passou a ser conhecido entre os executivos na década de 80. No entanto, com a Lei Anticorrupção de 2013, a sua importância tomou maior dimensão.

Isso porque a promulgação dessa lei trouxe punições mais severas para determinadas infrações, como pesadas multas e, em alguns casos, até mesmo a dissolução da sociedade.

Nesse artigo, veremos mais detalhes sobre o compliance e sua importância para as empresas. Acompanhe!

Em primeiro lugar, o que é compliance?

Compliance é o conjunto de todos os procedimentos adotados pela empresa para assegurar que seus colaboradores cumpram tanto as normas internas quanto a legislação.

Nesse sentido, ele tem relação direta com os quatro pilares da Governança Corporativa, que são: transparência, equidade, prestação de contas e responsabilidade corporativa.

O compliance se aplica a toda a organização, e abrange todas as esferas legais possíveis, como trabalhista, financeira, tributária, previdenciária, e assim por diante.

Quais empresas estão sujeitas ao compliance?

No Brasil, a lei atinge todas as empresas, de qualquer porte ou segmento. Inclusive, se a organização não tiver um programa de compliance bem definido, o gestor será responsabilizado por infrações cometidas por funcionários e, também, por terceirizados.

Qual a importância do compliance para as empresas?

A principal importância do compliance é garantir a segurança de todas as partes que se relacionam com a empresa (também chamadas stakeholders). Para isso, é fundamental que a organização cumpra as leis.

Afinal, as empresas funcionam utilizando recursos de outras pessoas, sejam elas investidores, credores, ou mesmo doadores. Por isso, é fundamental que prestem contas de seus atos a todas as partes envolvidas em sua operação.

Outro ponto importante é a proteção que o compliance pode oferecer à empresa. Quando os funcionários conhecem e praticam o compliance, o ambiente empresarial se torna mais seguro.

Isso porque os colaboradores terão mais facilidade para identificar inconformidades ou possíveis fraudes, o que pode evitar perdas financeiras ou qualquer outro risco legal para a organização.

Por fim, um aspecto muito importante diz respeito à imagem da empresa no mercado.

Atualmente, existe uma grande exigência de padrões éticos por parte da sociedade, de investidores e de todos os que se relacionam com a organização. Isso tem pressionado as empresas de forma geral a adotarem o compliance em suas operações. 

Negócios sustentáveis e práticas de boa governança trazem confiabilidade à reputação da empresa. Dessa forma, a marca é vista com respeito no mercado, e isso acaba por valorizá-la. 

Saiba mais sobre sustentabilidade no mercado financeiro neste artigo:

O que é ESG no mercado financeiro?

Além de investimentos, as boas práticas de governança também atraem talentos. E isso ocorre de forma muito natural. Afinal, quem não gostaria de trabalhar em uma empresa socialmente responsável, inclusiva e com práticas de gestão transparentes?

Deu para entender a importância do compliance? A sua empresa adota alguma dessas práticas? Quais? Deixe aqui os seus comentários!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo