keyboard_arrow_left
Conhece alguém que investe ou quer investir nesta Criptomoeda? Compartilhe!
Preço
R$ 1,07
Valor atual de uma unidade da criptomoeda.
Valor de mercado
R$ 140,6 bilhões
Indica o valor total de mercado, baseado na quantidade da criptomoeda em circulação.
Volume
R$ 8,066 bilhões
Indica o quanto a criptomoeda foi negociada nas últimas 24h.
Histórico de preço

Corretoras

A mesma criptomoeda pode ser adquirida em diversas corretoras.
Escolha a sua empresa preferida e lembre-se de que abrir conta é totalmente gratuito.

O que é Dogecoin (DOGE)?

Surgida a partir de um meme da internet, a Dogecoin (DOGE) está hoje entre as criptomoedas mais valorizadas do mercado.

A exemplo do Bitcoin e de outros criptoativos, a DOGE utiliza a tecnologia blockchain e funciona de forma descentralizada, sem ligação com qualquer servidor ou autoridade financeira centralizadora. No entanto, ela possui algumas peculiaridades que a distinguem de outras criptomoedas em circulação atualmente. A seguir, saiba mais sobre a origem e funcionamento desse ativo.

Surgimento da Dogecoin (DOGE)

Uma das peculiaridades dessa criptomoeda está justamente na forma como foi criada. No final de 2013, um de seus desenvolvedores, Billy Marcus, passou a trabalhar no código da DOGE de forma despretensiosa. O nome foi uma homenagem a um cão japonês da raça Shiba Inu, cuja imagem é a identidade da moeda virtual.

A partir do seu lançamento, em 2014, a Dogecoin bombou, principalmente entre a comunidade geek (nerds). Aos poucos, a criptomoeda foi sendo conhecida pelo público em geral, graças à sua expansão no Reddit, a maior rede social de fóruns dos Estados Unidos. O Reddit possui diversas comunidades, sendo que um dos assuntos mais abordados por esses grupos são os criptoativos.

Alguns fatos que ocorreram no Reddit ajudaram ainda mais a impulsionar a DOGE. Nesse sentido, dois eventos têm destaque, e ambos aconteceram em 2014 logo após o lançamento da criptomoeda.

O primeiro deles foi a doação de 55 mil dólares que a comunidade Dogecoin fez em parceria com o piloto Nascar John Wise para as corridas de stockcar dos EUA. Durante três corridas, Wise utilizou o logotipo do cãozinho em seu carro, o que deu visibilidade internacional para a Dogecoin em diversos meios de comunicação.

O segundo evento foi a arrecadação de 25 mil dólares que a comunidade Dogecoin realizou para patrocinar uma equipe da Jamaica nas Olimpíadas de Inverno da Rússia. A mobilização da comunidade permitiu que os atletas, que não tinham condições financeiras, pudessem participar dos jogos olímpicos. Isso também repercutiu muito na imprensa internacional e, novamente, trouxe a DOGE aos holofotes.

Funcionamento da Dogecoin

A DOGE possui código-fonte aberto, o que permite que programadores acessem a sua plataforma e desenvolvam melhorias. Como vimos, ela também é descentralizada, ou seja, não possui servidor que regulamente a sua utilização.

A exemplo do Bitcoin, a DOGE também é encontrada pelo processo de mineração. Nesse sentido, cada operador que encontra e valida um novo bloco recebe uma recompensa na própria criptomoeda.

No entanto, diferentemente do Bitcoin, o DOGE não possui um número limitado de unidades na rede. Isso significa que não há limite para a sua circulação, pois ela pode ser encontrada a qualquer momento pelos mineradores. Essa abundância faz com que ela não seja uma moeda deflacionária, o que, em tese, é uma desvantagem em relação ao seu potencial de valorização, se comparada a outras moedas escassas na rede.

Outras características da DOGE

Além da forma de criação pouco convencional e da sua abundância, existem outras características peculiares à Dogecoin, que são as seguintes:

Ausência de Whitepaper

O whitepaper é o documento que traz todas as informações sobre determinado produto ou serviço. No caso do Bitcoin, o whitepaper foi publicado em 2008 por seu criador, Satoshi Nakamoto.

Já a Dogecoin não possui nenhum registro publicado sobre a sua criação e funcionamento. Dessa forma, não se sabe quais foram os fundamentos que deram origem à criptomoeda, ou mesmo se esses fundamentos existem. Isso fortalece a crença de que ela tenha sido mesmo criada como piada, de forma totalmente despretensiosa.

Velocidade e taxas de transação

Uma das vantagens do DOGE em relação a outras criptomoedas é a sua velocidade de transação. Enquanto o tempo médio de confirmação de uma transação com bitcoin é de 10 minutos, com a DOGE a confirmação ocorre em menos de um minuto. Além disso, as suas taxas são consideravelmente mais baixas do que a de outros criptoativos.

Facilidade de mineração

Apesar de o processo de mineração da DOGE possuir o mesmo protocolo do Bitcoin (proof of work, ou prova de trabalho), é bem mais simples e acessível minerar Dogecoin.

Isso porque o problema matemático (ou taxa hash) que precisa ser solucionado na DOGE é bem mais simples do que o do Bitcoin. Dessa forma, quem minera DOGE não precisa investir em computadores extremamente potentes, como é o caso dos mineradores de Bitcoin.

Como utilizar a DOGE?

O principal objetivo da Dogecoin é ser utilizada para fins de investimento, sendo encontrada em diversas exchanges de criptomoedas. Mas também é possível utilizá-la para transferências, inclusive os seus custos de transação são baixos comparados ao de outras criptomoedas.

Alguns usuários já relataram que a moeda é utilizada em transações como um sistema de gorjetas no Reddit e no Twitter, como recompensa a conteúdos de qualidade.

Relação de Elon Musk com a DOGE

É impossível falar na criptomoeda sem associá-la a Elon Musk, dono da Tesla e um dos homens mais ricos do mundo.

No início de 2021, o magnata começou a fazer postagens nas redes sociais sobre a DOGE e, desde então, tem falado com frequência no que acredita ser o potencial de valorização da criptomoeda. Inclusive, recentemente chegou a sugerir melhorias em sua rede recentemente em relação à aceleração do tempo de bloco e redução da taxa.

Oficialmente, não há nenhum vínculo entre Elon e DOGE, além do apreço do milionário pela criptomoeda. No entanto, declarações como essa são a razão da impressionante valorização da criptomoeda que, mesmo sem fundamentos (ao menos conhecidos) atingiu 5.000% de janeiro a junho de 2021.

O que é uma criptomoeda?

Uma criptomoeda é um ativo digital descentralizado, ou seja, que não depende de bancos para que suas transações sejam confirmadas. Dessa forma, elas permitem que qualquer usuário envie e receba pagamentos a qualquer tempo e em qualquer lugar.

Como o próprio nome indica, esses ativos são produzidos e comercializados utilizando criptografia, o que garante o anonimato dos usuários e a segurança das transações.

As criptomoedas são criadas com base na tecnologia blockchain, na qual as transações são realizadas em blocos. Esse sistema é complexo e sofisticado, e consiste, basicamente, em blocos que permitem o envio e o registro de transações realizadas pela internet.

Tudo o que é feito via blockchain pode ser verificado posteriormente, daí a analogia que se faz desses registros a uma espécie de “livro-caixa”. Mas ao contrário dos bancos de dados tradicionais, os registros do blockchain não ficam em um único local. Justamente por causa da característica descentralizada das criptomoedas, a tecnologia blockchain distribui esses registros na rede mundial de computadores.

Outro aspecto que confere segurança a essas transações é o fato de os registros do blockchain não poderem ser modificados. Isso significa que, uma vez inseridos na rede, nem mesmo as partes envolvidas na transação conseguem alterá-los.

Como investir em criptomoedas?

É possível investir em criptomoedas negociando direto com outros investidores (negociação peer to peer). No entanto, esse tipo de transação não dá nenhuma segurança aos envolvidos, pois além de não ser possível identificar a origem dos recursos, não dá para ter certeza de que a negociação se concretizará, ainda mais quando o depósito precisa ser feito de forma antecipada.

Por isso, para investir em criptomoedas, o ideal é abrir conta em uma exchange. As exchanges são corretoras especializadas em criptoativos, que funcionam como uma plataforma digital de intermediação na compra e venda de criptomoedas e tokens. A exemplo das corretoras tradicionais, as exchanges oferecem aos usuários a estrutura ideal para que essas transações possam ser feitas de forma mais fácil e segura.

As exchanges trabalham de diferentes formas, logo nem todas oferecem os mesmos serviços. Nesse sentido, a sua atuação pode abranger a venda direta, o trade, o armazenamento ou os empréstimos em criptomoedas, por exemplo. Por isso, dependendo dos objetivos do investidor, uma ou outra exchange pode ser a mais adequada para operar.

Quanto custa investir?

O valor do investimento em criptomoeda não dependerá do preço da moeda em si, mas da fração que a exchange comercializar.

Por exemplo, na data de hoje (julho de 2021), um bitcoin vale, aproximadamente, R$ 180 mil. No entanto, para investir nessa criptomoeda, não é preciso adquirir uma unidade inteira. O valor mínimo de transações é determinado pela própria exchange que realizará a transação, e isso vale não só para o bitcoin, mas também para qualquer outro criptoativo.

Qual a tributação desse investimento?

As regras tributárias sobre criptoativos ainda são muito recentes no Brasil. Somente em 2021 é que foram criados códigos específicos para declarar criptomoedas e tokens no Imposto de Renda.

Se o investidor possui mais de R$ 5 mil em criptoativos, precisa informar isso na ficha de “Bens e Direitos” do IR. Além disso, se foram realizadas movimentações superiores a R$ 35 mil por mês, eventuais lucros dessas transações estão sujeitos ao imposto sobre ganho de capital, que deve ser pago no mês seguinte ao da venda. A alíquota é de 15% para ganho mensal de até R$ 5 milhões, e aumenta gradativamente conforme o lucro, até o limite de 22,5%.

Como o Yubb ganha dinheiro?

O Yubb é totalmente gratuito e independente: não cobramos nada para buscar milhares de opções para você aplicar melhor seu dinheiro e não somos vinculados a nenhuma empresa de investimento.

Mas precisamos ganhar dinheiro de alguma forma, certo? A única forma que ganhamos dinheiro atualmente é se você clicar em algum dos botões vermelhos "Investir agora meus..." desta página. Assim, a empresa de investimento irá nos remunerar pelo nosso trabalho.

Não se preocupe: para você, não vai mudar absolutamente nada! Todas as características dos investimentos que você vê aqui no Yubb são exatamente as mesmas que você encontraria diretamente na empresa, incluindo a taxa de rentabilidade. Não somos como sites de passagens aéreas que ganham alguma comissão escondida.

Na hora de investir, clique no botão "Investir agora meus...", diga para outras pessoas também clicarem e apoie o nosso trabalho gratuito para ajudarmos cada vez mais pessoas!