Lucro bruto: o que é e como calcular?

O objetivo de toda a operação comercial é gerar lucro, ou seja, retorno positivo para as suas atividades. Porém, para entendermos de fato o desempenho de uma empresa, a contabilidade faz uma distinção entre os tipos de lucros. Neste artigo, veremos o que é o lucro bruto, que dá origem à margem bruta. Acompanhe!

O que é lucro bruto?

O lucro bruto é obtido pela diferença entre areceita líquida e os custos de produção da empresa em determinado período. Ou seja, o lucro bruto está diretamente ligado à produção, à atividade fim da companhia.

A sua fórmula é a seguinte:

Lucro bruto = receita líquida – custos de produção

Já a margem bruta é a expressão do lucro bruto em percentual:

Margem bruta = (lucro bruto / receita líquida) x 100

Para entender melhor esse conceito, vamos ver o que são os custos de produção.

Custos de produção

Também chamados de custos variáveis, são todos os gastos diretamente ligados ao processo produtivo da empresa. Alguns exemplos são:

  • matérias-primas;
  • salários do pessoal da produção;
  • gastos com manutenção do maquinário da produção;
  • gastos com energia, fretes e todos os demais ligados ao setor de produção.

Esses custos são chamados de variáveis porque irão oscilar conforme o volume de produção. Quanto mais a empresa produzir, mais consumirá insumos, mais gastará com energia da fábrica e salários da produção, e assim por diante.

Custos fixos

Por sua vez, os custos fixos são todos os gastos da empresa que não têm ligação direta com o processo produtivo. Aqui entram, por exemplo, os salários da administração, o aluguel, luz e internet do prédio administrativo, o material de escritório, entre outros.

Qual a importância de conhecer o lucro bruto?

Para avaliar o potencial de rentabilidade de um negócio, não basta somente analisar o lucro líquido (final) de uma empresa.

Isso porque é possível que tenha ocorrido resultados não recorrentes (ou não operacionais) em alguns exercícios. Ou seja, a empresa pode ter auferido lucro final não por causa do desempenho de sua atividade, mas pela venda de um item do imobilizado, por exemplo. Por isso, é importante conhecer o lucro gerado exclusivamente pelas operações da empresa, para saber se o negócio é viável e como está o seu desempenho comparado aos concorrentes.

É por meio do lucro bruto que se faz a precificação dos produtos da empresa, também conhecida como markup. Ao analisar o indicador, pode-se saber se o que a empresa gasta para entregar os seus produtos ou serviços está em linha com a média do mercado.

Se a margem bruta estiver acima da média, isso significa que a estratégia de produção é eficiente e que a empresa possui diferenciais competitivos em relação à concorrência. Por outro lado, uma margem bruta inferior à média praticada pode indicar problemas no processo produtivo, como matéria-prima cara, maquinário ineficiente ou gastos excessivos com mão de obra, por exemplo.

Deu para entender a importância do lucro bruto na análise das empresas? Deixe aqui os seus comentários!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo