Como saber se a ação está cara: 3 dicas

Analisar uma ação é essencial para que você possa fazer bons investimentos. Apesar de existir correntes que afirmam que “preço não importa” é muito importante que o investidor saiba precificar suas ações para não perder dinheiro.

Nada entristece mais do que gastar muito com algo que não vale o que pagamos não é? Com as ações não é diferente, como os preços variam muito devido a volatilidade da bolsa de valores é importante que saibamos identificar se a ação está com um preço que não condiz com seus fundamentos.

Nós do Yubb separamos 3 dicas que farão a diferença para você conseguir saber se a ação está cara!

  • Análise do P/VPA
  • Indicador de Preço/Lucro
  • Movimento de manada

Análise do P/VPA

Esse é um indicador muito utilizado para avaliar se a ação está cara ou barata basicamente por possuir um regra de bolso que pode ser aplicada de forma simples.

O P/VPA é a divisão do preço de mercado da ação pelo seu valor patrimonial por ação. O VPA é definido pela divisão do patrimônio líquido de uma empresa (ativos - passivos) pela quantidade de ações emitidas por ela. Com esses dois dados em mãos é realizada a divisão. 

Esses dados são fornecidos pelas empresas e existem diversos sites que possuem essas análises de indicadores, o mais importante é você saber o que é e como interpretar.

O indicador de P/VPA é importante pois compara o valor de mercado com o valor contábil da empresa. O resultado do cálculo gira em torno de 1.

Quando o valor encontrado é maior que 1 isso significa que o preço da ação está caro.

Todavia, apesar de sinalizar que o ativo está caro devem ser analisados outros dados pois algumas empresas apresentam resultados tão bons que o mercado aceita realmente pagar mais caro por suas ações.

Indicador de Preço/Lucro - P/L

Outro indicador capaz de identificar se a empresa está cara é o Preço sobre lucro ou P/L.

O preço por ação é dividido pelo lucro da empresa pela quantidade de ações. Neste indicador podemos avaliar se o mercado está disposto a pagar por uma empresa.

Se o valor deste indicador for alto pode significar que o mercado está pagando alto pelo retorno apresentado pela empresa. Esse indicador porém tem um certo viés, pois algumas empresas possuem uma expectativa alta de valorização - isso é o mercado já viu potencial na empresa e começa a já pagar mais caro por ela, todavia esse potencial pode se confirmar com o tempo e trazer retornos acima do esperado.

Movimento de manada

Essa é uma dica um pouco mais subjetiva mas que pode te salvar de perder dinheiro. Muitas pessoas chegam no mercado financeiro por notícias quentes: “fulano ganhou muito dinheiro com a ação x” e acabam por investir em ativos que não conhecem apenas porque “todo mundo está comprando”. 

Esse tipo de evento é conhecido como movimento de manada e por vezes acaba enfeitiçando até investidores mais experientes que temem ficar de fora de uma grande valorização. 

A dica aqui é ficar atento a ações que estão no centro desse tipo de movimento pois geralmente quando o ativo começa a ficar popular demais pode já se tratar de uma bolha financeira.

Invista apenas naquilo que você realmente estudou e acredita.

Essas foram algumas dicas práticas que separamos para que você identifique quando uma ação pode estar cara e assim saiba a hora de não entrar ou de sair com lucros desse ativo.

Conte com nossos conteúdos de ações e renda variável para te ajudar a investir melhor!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo