ICO2: o que é e como funciona esse índice?

O Índice de Carbono Eficiente, ou ICO2, é um indicador econômico criado para registrar o desempenho de empresas que promovem boas práticas de sustentabilidade e preservação ambiental.

Criado em 2010, o parâmetro foi desenvolvido em parceria entre a B3 e o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

De acordo com o próprio site da B3, o objetivo desse índice é demonstrar o “comprometimento com a transparência de suas emissões e antecipar a visão de como (as empresas) estão se preparando para uma economia de baixo carbono”.

Ou seja, o intuito principal dessa iniciativa é estimular as companhias listadas na B3 a aderirem aos programas que promovem a sustentabilidade. Para isso, são bem vistas atividades que monitoram e reduzem as emissões dos gases do efeito estufa, por exemplo.

Além disso, o ICO2 possibilita um comparativo entre o desempenho das empresas que estão preocupadas com essas questões com aquelas que ainda contam com práticas poluidoras. O resultado até impressiona, pois no geral, as ações que contam com esse tipo de governança seguem um crescimento mais expressivo do que as tradicionais.

A preocupação ambiental é tido por muitos como uma crescente no mundo dos investimentos. Cada vez mais surgem parâmetros como esse para controlar as ações das empresas em relação ao tema da sustentabilidade.

Ao que tudo indica, a procura é crescente por instituições que se preocupam com as questões ambientais e contra os efeitos do aquecimento global.

Quais são as empresas relacionadas no ICO2?

Para compor esse índice, as empresas precisam estar listadas em um outro indicador, o IBrX50. Dentre essas companhias, o ICO2 leva em consideração aquelas que adotam práticas transparentes quanto às suas emissões de gases do efeito estufa.

Assim como os principais índices, a metodologia usada para o cálculo do ICO2 é o free-float. Nessa estratégia, a média ponderada é feita de acordo com o número de ações que as empresas disponibilizam no mercado financeiro.

Atualmente, esse índice conta com cerca de 30 empresas. As que contam com mais peso no cálculo final são: ITUB4 (Itaú Unibanco), BBDC4 e BBDC3 (Bradesco), B3SA3 (B3), BBAS3 (Banco do Brasil), PETR3 e PETR4 (Petrobras).

Existe uma maneira de investir em ICO2?

O ICO2 não é um ativo, portanto não é possível investir nele como se fosse um investimento. No entanto, existe um ETF que tem seus rendimentos atrelado ao desempenho desse índice: ETF ECOO11.

Esse ativo é gerido pela gestora americana Blackrock e ele aplica 95% do seu patrimônio em investimentos que estão na listagem da ICO2.

Conheça também o ISE

O Índice de Sustentabilidade Empresarial funciona de forma parecida com o ICO2. Ele foi criado em 2005 com o objetivo de promover responsabilidade ética das companhias e auxiliar os investidores na busca por instituições que tenham boas práticas econômicas e sustentáveis.

Além da B3, esse parâmetro é controlado pela ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) e a Onu-Meio Ambiente. Atualmente, o ISE é composto por ações de cerca de 30 empresas de mais de dez setores diferentes.


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo