Bolsas chinesas: quais são e como funcionam?

As bolsas de valores chinesas estão entre as maiores do mundo, movimentando bilhões de dólares diariamente.

Elas retratam uma das maiores economias do mundo, influenciando o resto do mundo como um todo.

Para se ter uma noção, das 10 maiores bolsas do mundo em questão de liquidez e valor de mercado, três delas são chinesas!

São elas:

  • Shanghai Stock Exchange 
  • Hong Kong Stock Exchange
  • Shenzen Stock Exchange

Shanghai Stock Exchange

A bolsa de valores de Shanghai é a maior bolsa da China e a terceira maior do mundo, com um valor de mercado aproximado de US$ 4,9 trilhões.

No entanto, ela não é aberta totalmente ao público, ela é regulada por um órgão governamental equivalente a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) aqui no Brasil.

Por esse motivo, não é qualquer investidor que pode simplesmente criar uma conta em uma corretora chinesa e começar a investir na bolsa de Shangai. 

Ela foi fundada em 1891 e seu índice financeiro usado para análise é o SSE Composite, sendo que suas principais empresas listadas são:

  • ICBC;
  • Bank of China;
  • Ping An Insurance;
  • Petrochina;
  • Agricultural Bank of China.

Hong Kong Stock Exchange 

A bolsa de Hong Kong é a terceira maior bolsa de valores da Ásia e a quarta maior do mundo, com um valor de mercado de US$ 4,4 trilhões.

Seu início se deu no ano 1891, assim como a bolsa de Shangai.

Mas diferentemente da SSE (Shangai Stock Exchange), a bolsa de Hong Kong tem uma estrutura bem diferente.

Pela cidade ter sido uma colônia inglesa, a dinâmica dessa bolsa é muito mais independente do governo.

Além de ser muito mais aberta para os investidores estrangeiros.

Seu principal índice financeiro utilizado para análise é o Hong Seng Index, nas quais as principais empresas listadas são:

  • HSBC;
  • Tencent;
  • AIA;
  • China Construction Bank;
  • Ping an Insurance.

Shenzhen Stock Exchange

A bolsa de valores de Shenzhen é a terceira maior bolsa chinesa e a sétima maior do mundo, com um valor de mercado de US$ 3,5 trilhões.

Ela foi fundada em 1990, no momento em que a China voltou a se abrir para o mundo após a revolução comunista.

Isso resultou no fato de que a maioria das empresas listadas nessa bolsa são subsidiárias de empresas estatais, ou seja, são controladas pelo governo chinês.

O principal índice financeiro utilizado para realizar a análise dessa bolsa é o SZSE 100, sendo que as principais empresas listadas são:

  • China Vanke;
  • Midea Group;
  • Gree Eletric;
  • Hikvision;
  • Wuliangye Yibin.

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo