Qual é a importância do dividend yield nos fundos imobiliários?

Na hora de investir, é imprescindível que se tenha a atenção voltada para uma série de fatores financeiros. Um dos fatores financeiros mais relevantes é o dividend yield, pois muitos investidores usam para suportar suas decisões.

O que é dividend yield dos fundos imobiliários?

O Dividend Yield (rendimento de dividendo) é um indicador que mede a performance de um investimento de acordo com os proventos pagos aos seus cotistas. Ele vai mostrar a relação entre os dividendos distribuídos e o preço atual da cota.

Para os que querem montar uma carteira de investimentos imobiliários com foco nos dividendos, é necessário considerar o dividend yield, pois ele vai dar suporte na tomada de decisão.

Entre um fundo e outro, o dividend yield pode ter uma diferença expressiva e, isso acontece porque uma série de fatores influenciam, como por exemplo:

  • Vacância (percentual de um empreendimento que se encontra vago);
  • Inadimplência;
  • Variação de preços das cotas.

Já que o dividend yield é calculado entre a relação de dividendos distribuídos e preço atual da cota, significa que, quanto maior for o preço da cota, menor será o dividend yield. Portanto, em cenários de valorização, o indicador fica prejudicado.

Mas, apesar de um fundo imobiliário entregar um dividend yield baixo, é preciso considerar que, no longo prazo, conforme os dividendos aumentem e conforme as cotas se valorizem, o retorno do cotista vai crescendo.

Portanto, a rentabilidade que o investidor tem em um fundo imobiliário, basicamente vem de dividendos e valorização de cotas.

Rentabilidade de um fundo imobiliário

Como eu acabei de dizer, nos fundos imobiliários a rentabilidade do investimento vem da distribuição de rendimento e da valorização das cotas. Acho que a rentabilidade é a primeira coisa que um investidor deseja saber sobre um investimento.

Os FIIs têm a obrigatoriedade de distribuir, no mínimo, 95% dos lucros auferidos a cada semestre, isso de acordo com a regulamentação. Mas a maioria dos FIIs distribuem os rendimentos mensalmente.

O investidor consegue encontrar no relatório do FII, o histórico dos dividendos distribuídos nos últimos meses.

Como calcular o dividend yield dos fundos imobiliários?

Como você já sabe, o dividend yield mostra o retorno que um investidor terá em forma de rendimentos, comprando cotas de um determinado FII.

Para calcular, é preciso lançar mão de uma fórmula, que é bastante simples. Como eu já disse, é a relação de dividendos distribuídos e o preço da cota.

Dividend Yield = (dividendos distribuídos no período / preço da cota) x 100

E se você quiser calcular quando aquela cota se valorizou, é só fazer:

Valorização = {[(preço final - preço inicial)/preço inicial] x 100}

Mas você não precisa ficar fazendo essas contas, porque nós aqui do Yubb, por exemplo, temos uma plataforma que oferece a você essa informação.

Por que o dividend yield de FIIs é importante?

Bom, acho que deu para notar a sua importância, né? Para o investidor que quer ter uma carteira de FIIs com foco nos dividendos, o dividend yield é muito mais que necessário.

Mas, um alerta: o dividend yield deve ser, sim, um auxiliador na sua tomada de decisão, mas não deve ser único e exclusivo, isso porque há uma série de outras considerações, sejam elas qualitativas ou quantitativas, que você deve analisar também.

E pensando aqui, sabia o que você deveria fazer agora? Acessar a nossa plataforma de buscador de investimentos e buscar pelos FIIs. Lá tem informações não só do dividend yield, mas muitas outras que podem te ajudar a avaliar o FII que você deseja.

Já vou te ajudar com isso. Clique aqui e vá direto para a plataforma!

E aí, Yubber, gostou do artigo?

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo