Quanto custa abrir conta em uma corretora?

Atualmente, as principais corretoras de valores no Brasil não cobram nenhuma taxa de abertura de conta ou manutenção dos clientes. Além disso, quase todas elas possuem possibilidade de cadastro feito virtualmente pelo site ou aplicativo.

Geralmente, o processo é muito simples e exige somente os documentos pessoais e comprovante de residência. Após esse primeiro contato, as agências analisam as informações por meio de um banco nacional de dados. Esse procedimento é o mesmo que acontece com os bancos digitais e tradicionais.

Com essa digitalização do serviço, tudo ficou mais rápido. A abertura de conta em uma instituição financeira pode até ser finalizada em algumas horas. Em geral é tudo feito de maneira bem mais ágil do que há décadas atrás.

Mas o que muda de uma corretora para outra?

Assim como todas as prestadoras de serviços, cada corretora possui as suas peculiaridades e devem ser analisadas por meio de vários aspectos. Taxas de corretagem, por exemplo, não são mais fatores decisivos na escolha.

Isso porque, atualmente, por conta do aumento da concorrência, várias corretoras zeraram ou baixaram muito suas taxas. Ou seja, hoje em dia, os clientes estão muito mais preocupados com uma plataforma estável, segura e mais fácil para navegação.

Um dos diferenciais, por exemplo, é a possibilidade de ver e operar ativos usando o próprio smartphone. Para isso, muito tem se investido em tecnologia e novos designs que permitam uma ferramenta mais fácil e simples para o investidor.

Algumas corretoras têm mudado a forma com que o home broker apresenta os ativos. Essas novas reformulações tentam garantir um ambiente mais agradável e que não seja tão carregado de informações, números e códigos de negociação.

Afinal, o que é uma corretora de valores?

Corretoras de valores são instituições intermediárias entre investidores e emissoras de ativos. Ou seja, elas não podem emitir títulos de investimentos e seu principal objetivo é a distribuição dos mesmos para seus clientes.

Essa é a principal diferença entre uma corretora e os bancos e as financeiras - que são conhecidos por emitirem investimentos. Ainda assim, todas essas instituições são reguladas e fiscalizadas pelo Banco Central e pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Portanto, é fundamental que você negocie seus ativos por meio de uma empresa que esteja autorizada para operar no mercado financeiro. Para isso, basta fazer uma pesquisa rápida na plataforma online da CVM e analisar se a corretora que você deseja investir possui seus registros regularizados (clique aqui para fazer essa busca).

Guia de Corretoras do Yubb

Além disso, nós do Yubb temos uma parte em nosso site que é destinada a avaliar as corretoras do Brasil.

A plataforma compara as experiências dos clientes por meio de vários quesitos como: facilidade para abrir conta, usabilidade, agilidade, atendimento, taxas e outros.

São mais de 70 empresas de investimentos analisadas dentre grandes e médios bancos e corretoras de valores.

Para acessar nosso Guia de Corretoras, clique aqui!

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo