Por que poupança é um mau investimento?

Quando se fala em investir com segurança, ainda tem muita gente que pensa na poupança como a primeira opção para colocar o seu dinheiro. Porém, com as sucessivas quedas dos juros, essa aplicação é, atualmente, um mau investimento.

Pensando nisso, preparamos esse material com alguns motivos pelos quais a poupança não é uma boa ideia para alocar os seus recursos. Confira!

Ter recursos na poupança é diferente de investir

Em um primeiro instante, pode ser que o investidor iniciante confunda esses dois conceitos. Entretanto, para obter bons ganhos com as aplicações, é muito importante saber diferenciá-los.

Isso porque, quando poupamos, estamos somente guardando dinheiro. Nesse sentido, é simplesmente isso o que a poupança faz. Ou seja, o dinheiro fica guardado sem perspectivas de bons rendimentos.

Por outro lado, ao investirmos corretamente, estamos fazendo com que os recursos trabalhem para nós. Essa é a diferença básica entre a poupança e outras modalidades de investimentos.

Rentabilidade baixa da poupança x inflação

De tempos para cá, os rendimentos da poupança têm perdido para a inflação. Logo, isso deteriora o patrimônio, pois faz com que o dinheiro perca o seu poder de compra.

Nesse caso, quando falamos em inflação, nos referimos ao aumento dos preços em um determinado período. Dessa maneira, quando um investimento oferece taxas baixas, qualquer alta na inflação acaba prejudicando os ganhos da aplicação.

Dados recentes

Conforme dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no início de outubro, os rendimentos da poupança perderam para a inflação no acumulado de 12 meses até o final de setembro de 2020. 

Isso porque o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), acelerou para 0,64% em setembro, acumulando alta de 3,14% em 12 meses.

Por outro lado, o rendimento nominal da poupança foi de 2,67% no período. Logo, se descontada a inflação, a poupança acumulou perda de 0,47%. 

E por que a rentabilidade caiu tanto?

Como vimos, a queda dos juros nos últimos tempos é a principal causa da perda de rentabilidade da poupança. Atualmente a taxa básica de juros (Selic) está na mínima histórica de 2% ao ano.

Em contrapartida, a inflação acelerou nos últimos meses. Segundo relatório do Banco Central, a nova estimativa de inflação para 2020 subiu para 2,47% ao ano.

Liquidez da poupança – cuidado!

Por fim, vale falarmos também sobre o mito da liquidez diária da poupança, ou seja, da possibilidade de resgatar rapidamente o dinheiro da aplicação.

De fato, os recursos da poupança podem ser sacados a qualquer momento. Porém, o dinheiro não rende todos os dias, mas somente no aniversário da aplicação.

Por exemplo, se você aplicou no dia 5 de outubro, os rendimentos da poupança ocorrerão sempre nos dias 5 de cada mês. Logo, caso precise resgatar antes os recursos, perderá o rendimento de todo o mês.

Conclusão

Já deu para perceber que não dá para manter o dinheiro na poupança sem ter perdas causadas pela inflação, certo? Por isso, mesmo o investidor mais conservador precisa procurar outras formas de investimentos para rentabilizar o seu patrimônio.


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo