O que é um Investidor Qualificado?

Com certeza você chegou aqui após conhecer algum produto financeiro reservado aos “investidores qualificados” e quis saber o que é esse ser privilegiado que pode investir em (quase) tudo. Pois bem, o Yubb vai tirar suas dúvidas para que até você possa entrar neste grupo.

Para começar: não, você não é um investidor desqualificado. Brincadeiras a parte, o investidor qualificado não se trata de um título chique ou de um elogio.

Ele faz parte das classificações que a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) possui para os investidores e que objetivam proporcionar a cada perfil acesso a tipos de investimentos apropriados ao conhecimento .

O investidor qualificado possui acesso a produtos financeiro além dos disponibilizados para o público geral, isso reflete a experiência de mercado que se espera dele.

Vamos direto ao ponto, siga com a gente para saber:

  • O que é um investidor qualificado
  • Como se tornar um investidor qualificado 
  • Quais as vantagens e desvantagens

O que é um investidor qualificado?

Já citamos que o investidor qualificado é uma classificação atribuída pela CVM como forma de definir a categoria de pessoas que possuem conhecimento suficiente para adquirir certos produtos financeiros que possuem riscos mais elevados. 

São considerados investidores qualificados segundo a INSTRUÇÃO CVM Nº 539/2013:

I – investidores profissionais;

II – pessoas naturais ou jurídicas que possuam investimentos financeiros em valor superior a R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) e que, adicionalmente, atestem por escrito sua condição de investidor qualificado mediante termo próprio;

III – as pessoas naturais que tenham sido aprovadas em exames de qualificação técnica ou possuam certificações aprovadas pela CVM como requisitos para o registro de agentes autônomos de investimento, administradores de carteira, analistas e consultores de valores mobiliários, em relação a seus recursos próprios; 

IV – clubes de investimento, desde que tenham a carteira gerida por um ou mais cotistas, que sejam investidores qualificados. 

Ou seja, basicamente, o investidor qualificado detém certo grau de conhecimento acerca de investimentos comprovado, seja por meio de alocação de grande patrimônio - quem possui mais de R$ 1 milhão investido ou quem possui certificados relacionados pela CVM.

Essa classificação do investidor visa protegê-lo de acabar adquirindo um produto financeiro que não conheça o risco e acabe posteriormente perdendo seu dinheiro.

Como se tornar um investidor qualificado?

Para ficar bem claro, nem todo investidor qualificado precisa ter R$ 1 milhão em investimentos, existem possibilidades de alcançar essa classe. 

Investidores Profissionais

Os investidores profissionais são outra classificação de investidores, que basicamente estão no topo e podem investir em qualquer investimento. Uma das possibilidades de virar investidor profissional, por exemplo, é ter e declarar R$ 10 milhões investidos, sendo assim se encontra na classificação por abranger os mesmo benefícios.

Mais de R$ 1 milhão investido

Para você que possui R$ 1 milhão investido e quer se tornar investidor qualificado, basta você entrar em contato com sua corretora e solicitar a “Declaração da Condição de Investidor Qualificado”, para fazer uso das aplicações restritas deve-se ter entregue a declaração antes da aquisição.

Ao preencher essa declaração, você declara “... possuir conhecimento sobre o mercado financeiro suficiente para que não me sejam aplicáveis um conjunto de proteções legais e regulamentares conferidas aos investidores que não sejam qualificados”. Então, é importante você estar bem ciente dos possíveis riscos envolvidos - continua com a gente, vamos chegar nesse ponto.

Certificação técnica

A forma mais “prática” de se tornar um investidor qualificado é a partir da certificação técnica. Ou seja, você faz a prova para uma das certificações consideradas na instrução da CVM e se aprovado é classificado como investidor qualificado.

Essas certificações têm um custo, seja para realização da prova, para os estudos prévios já que é necessária uma preparação pois possuem certo nível de dificuldade e até mesmo para manter a certificação.

Então, você deve avaliar qual a certificação que mais interessa para você se seu objetivo é apenas se tornar investidor qualificado, dentre as principais certificações você pode fazer:

  • Agente Autônomo de Investimentos 
  • CNPI - Analista de Valores Mobiliários
  • CGA – Certificação de Gestores ANBIMA
  • CEA – Certificação de Especialista em Investimentos ANBIMA

Quais as vantagens e desvantagens?

Desvantagens

As principais desvantagens de se tornar um investidor qualificado se encontram nos riscos a que você poderá ser exposto tendo em vista os investimento liberados para esse perfil. 

Sendo assim, para mitigar esse risco o investidor deve estar em constante capacitação de forma a conhecer bem os ativos que deseja negociar pois estará mais responsável por sua atuação devido a CVM presumir que você já possui conhecimento suficiente.

Vantagens

A principal vantagem em se tornar um investidor qualificado se encontra na possibilidade  de se expor a ativos que o investidor comum não pode investir. Esses ativos geralmente são internacionalizados e possuem potencial de lucro maior.

Se ainda não se sente pronto para dar esse passo e precisa de ajuda para aprender mais sobre investimento ou buscar o investimento ideal para seu perfil, conte com o Yubb!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo