ROA: como analisar esse indicador

O ROA é uma das métricas da análise fundamentalista que representa a geração de valor de um negócio.

É um excelente indicador para demonstrar a rentabilidade das companhias, assim como o ROE.

Contudo, assim como qualquer outro indicador fundamentalista, não deve ser analisado isoladamente.

É por isso que esse artigo vai te explicar tudo sobre esse indicador e todos os cuidados na hora de estudá-lo. Isso sobre a divisão dos seguintes tópicos:

  • O que é ROA?
  • Como calcular?
  • Importância desse indicador
  • Cuidados na hora de analisar

O que é ROA?

O ROA é caracterizado como os retornos sobre os ativos.

Isso porque é um indicador que representa a capacidade da empresa de gerar lucro com os ativos que ela possui.

Ele entrega para o investidor, administrador ou para os analistas a ideia de que como a gestão da companhia é eficiente em gerar retornos aos seus acionistas.

Desse modo, quanto maior a métrica, melhor para os investidores.

Resumindo o conceito desse indicador, ele informa quais são os ganhos gerados por uma empresa a partir de todo o capital investido.

Como calcular o ROA?

O cálculo do ROA (retorno sobre os ativos) é dado pela fórmula:

ROA = Lucro líquido / Ativo total

Quando se fala sobre ativos totais, estamos falando sobre as contas onde são registradas os bens, os créditos e os direitos que compõem o patrimônio da empresa adicionado do seu passivo total.

Importância do ROA

Como foi dito anteriormente, o valor desse indicador (dado em porcentagem) informa como a empresa está sendo eficaz em converter seus ativos em dinheiro líquido.

Quando o ROA de uma empresa é baixo, provavelmente seus investimentos em projetos estão sendo pouco rentáveis, sua produtividade de ativos está baixa e suas despesas estão bem altas.

Para que isso melhore, é necessário que a gestão da empresa consiga administrar e reavaliar constantemente o seu negócio, procurando investir melhor o seu capital.

Caso isso não seja feito, existe uma grande chance que esse tipo de companhia venha a apresentar prejuízos.

Cuidados na hora de analisar o ROA

Ao analisar esse indicador, os investidores procuram entender diversos tópicos.

Tais como a capacidade de alocação de capital dos gestores, medir a eficiência dos ativos, estabelecer parâmetros de controle de custos e despesas e comparar a rentabilidade da empresa em relação às suas concorrentes.

Apesar de todos estes fatores, é sempre importante ter em mente que analisar esse indicador isoladamente pode ser um erro bem grande.

Entender como a empresa ganha dinheiro e quais são seus planos de crescimento para o futuro envolve uma série de outras questões.

Questões como endividamento, faturamento, fluxo de caixa, receita líquida, ROE, P/L e muitos outras.

Com certeza, o ROA é um excelente fator para complementar a análise de uma empresa e é de muito proveito para os investidores identificarem a eficiência do uso dos ativos da empresa.


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo