O que é e como funciona um desdobramento de ações?

O desdobramento de ações, também chamado de split (inclusive o mais usual), é um processo no qual as empresas dividem suas ações, e essa divisão resulta numa maior quantidade de ações disponíveis no mercado. Vamos para um exemplo que tornará o entendimento bastante simples.

Imagine uma pizza de quatro pedaços. Se quisermos, podemos cortá-la em seis, oito ou, ainda, em 12 pedaços, correto? Agora pense comigo: o tanto de pizza diminuiu? Não! Nós apenas a dividimos, fazendo com que tivesse uma quantidade maior de pedaços.

É exatamente assim como acontece com as ações: a quantidade de ações aumenta, mas o valor continua o mesmo, pois quando multiplicado, resultará na mesma proporção; isso significa que a posição acionária do investidor não diminui, o que vai se alterar é a quantidade de ações que ele tem.

Agora vamos imaginar que uma ação da empresa XYZ S/A está sendo cotada a R$ 150,00. Para comprar um lote padrão (lote padrão = 100 ações), um investidor teria de desembolsar R$ 15.000,00 (100 x R$ 150,00). Consegue notar a dificuldade que o investidor terá para comprar um lote padrão? Afinal, não é com facilidade que se encontra alguém com R$ 15.000,00. Portanto, o preço muito alto de uma ação pode diminuir a liquidez do mercado, ou seja, o volume de negociação.

E como acontece o desdobramento?

Vamos trabalhar com a mesma empresa fictícia acima. 

A XYZ S/A teve seu processo de desdobramento aprovado. E agora, como ficará as ações dos acionistas? É simples!

Suponhamos que um determinado investidor possuía em sua carteira 50 ações, que são o equivalente a R$ 7.500,00 (50 x R$ 150,00). O desdobramento aprovado foi de 1:5 (um para cinco). Isso significa dizer que, a partir de agora, esse investidor terá 5 ações valendo R$ 30,00 (R$ 150,00 / 5).

Lembra que eu disse que a posição acionária não diminui? Pois é! O que aconteceu foi que a quantidade de ações desse acionista, aumentou, mas o valor monetário, não diminuiu. Se multiplicarmos R$ 30,00 por 5, resultará nos mesmos R$ 7.500,00. Fácil, não?!

É interessante dizer que, quando uma empresa deseja realizar esse processo, se faz necessário que o conselho de administração aprove, então não é simplesmente a empresa tencionar tal medida.

Mas por que as empresas fazem desdobramentos (ou splits)?

1. Liquidez

Quando as ações estão sendo cotadas a um preço considerado alto, as negociações caem, uma vez que o investidor, para que consiga comprar uma quantidade de ações relevante, ele precisará de uma quantia monetária relativamente alta.

2. Maior disponibilidade de ações

Quando a empresa faz o desdobramento, o número de ações aumenta, criando oportunidade para que novos investidores detenham os papéis daquela empresa, podendo eles se tornarem sócios.

3. Associação de sucesso

Alguns investidores interpretam que, quando uma empresa passa pelo processo de desdobramento, ela teve uma valorização considerável, significando um fator de sucesso.

A conclusão que podemos chegar é que desdobramento não é um fato gerador de valor, ele apenas aumenta a quantidade de ações, não alterando valor de mercado (quantidade de ações x preço da ação), mas é importante você saber o que é. 

Uma dica que dou é você pesquisar pelo desdobramento que aconteceu recentemente da Raia Drogasil, que teve um desdobramento de 1:5, saindo de 330.386.000 ações para 1.651.930.000 ações. Lendo um caso real, você pode se certificar de que entendeu o assunto.

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo