À prova de fogo

Momento decisivo para criptomoedas

evento online e gratuito 4 a 7 de Julho às 19h

Inscreva-se

Como analisar uma ação estrangeira: 4 dicas

Analisar ações estrangeiras deveria ser algo comum a todos os investidores.

Isso porque diversificar é uma das bases de todos os investimentos.

Sem sombra de dúvidas, investir em ações estrangeiras é uma excelente maneira de diversificar sua carteira.

Mas, para que você consiga fazer uma boa análise de ações estrangeiras, esse artigo separou 4 boas dicas para você, que serão:

  1. Valor
  2. Expectativa de crescimento
  3. Performance histórica
  4. Dividendos

1. Valor

Um dos principais fatores a serem analisados nas ações estrangeiras é o valor do ativo.

Isso não leva em conta o preço de cotação, mas sim o valor intrínseco da empresa.

Ou seja, muitas vezes, a empresa possui um valor muito maior do que aquele no qual o mercado a está precificando.

Seja com relação aos lucros, ao baixo endividamento, a um bom fluxo de caixa, a um bom ROE, aos dividendos etc.

Muitas vezes, principalmente em momentos de crise, o preço de boas empresas fica muito desgastado, mesmo com os indicadores da empresa estando bons ou até mesmo intactos.

E é aí que surgem as melhores oportunidades da bolsa de valores.

2. Expectativa de crescimento

Nesse quesito, o que deve ser entendido é em qual patamar é esperado que a empresa escolhida vai chegar daqui a alguns anos.

A principal coisa a ser analisada aqui é o setor da companhia, seus investimentos e projetos de crescimento.

O setor é importante para o investidor ter uma noção de qual é o espaço dessa empresa no mercado e se existe possibilidade de crescimento com o produto ou tipo serviço que a empresa realiza.

Em seguida, deve ser observado os investimentos da empresa e quais são seus projetos de crescimento.

No momento atual, é fundamental que as empresas estejam investindo em tecnologia, inovação e pesquisa.

Por isso, não deixe isso de fora de sua análise.

3. Performance histórica

Olhar para o passado nem sempre é algo ruim, principalmente no momento de analisar uma ação estrangeira.

A performance histórica da empresa tem que ser levada em consideração.

Principalmente seus lucros.

Uma empresa que venha apresentando lucros por, no mínimo, 5 anos seguidos, pode ser bem considerada em sua análise.

Diferente de uma que venha apresentado resultados oscilantes. Essas provavelmente envolvem um risco maior, por serem empresas que, provavelmente, estão reinvestindo os lucros ou simplesmente não estão conseguindo crescer.

4. Dividendos

Para finalizar, os tão famosos dividendos!

Sim, no momento de analisar uma ação estrangeira, os dividendos devem ser um fator bem analisado.

Existem empresas que não pagam dividendos por escolha própria, por já terem um tamanho muito robusto.

Mas a maioria das empresas que não pagam dividendos, estão passando por um momento crucial de crescimento e, por isso, apresentam maior risco.

Por outro lado, empresas estrangeiras que costumam pagar dividendos, apresentam um risco menor, pela sua saúde financeira e bom controle de caixa. 

Por isso conseguem distribuir seus lucros aos acionistas. E convenhamos né, quem não gosta de receber dividendos?

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo