CFDs (Contracts for Differences): o que são e como funcionam?

Os “Contracts for Differences” (CFDs) são uma forma de negociação onde o investidor faz projeções sobre as oscilações do mercado. Num acerto desses, ele se compromete a pagar pela diferença de um ativo no futuro.

O termo em inglês significa “Contrato pela Diferença”. Ou seja, a variação deve ser paga ou comprada no futuro combinado. Essas compras podem ser por meio de ações individuais, índices, commodities, títulos, metais preciosos ou câmbio por meio de Forex (foreign exchange).

Normalmente, essa estratégia é muito utilizada para alavancagem dos resultados. No entanto, é uma operação que envolve um alto risco por meio do investidor.

Para obter bons resultados, o operador deve prever de forma correta a variação de um ativo - seja positiva ou negativamente.

Por exemplo, um investidor acredita que as ações da Magazine Luiza vão subir R$ 1,00 na próxima semana. Então, ele faz um contrato firmando a representação de 100 papéis desse novo preço para a data prevista.

Sete dias depois, se a ação estiver valendo aquele valor, a corretora deve pagar a ele o montante acordado - no caso, R$ 100. Mas se houver desvalorização, ele deve pagar a diferença entre os valores.

Ou seja, as corretoras que fazem esse tipo de serviço também se comprometem a efetuar essas transações. Funciona quase que num esquema de aposta entre investidores e o mercado financeiro.

Por conta do número de possibilidades que essa operação gera, é sempre muito provável que na data do contrato alguma das partes deva pagar uma diferença - seja a corretora ou o investidor. Daí vem o nome desse tipo de investimento.

O alto risco que essa movimentação tem faz com que as instituições financeiras que atuam nesse mercado exijam algumas garantias do investidor. Para isso, é preciso deixar uma certa quantia em saldo na conta da corretora. Esse valor pode mudar de acordo com a empresa ou ativo que está sendo negociado.

O CFD é um jogo?

Algumas pessoas acreditam que esse tipo de operação é um jogo de apostas. No entanto, é preciso considerar que existem profissionais muito sérios trabalhando nesse esquema. Ainda assim, para atuar nesse ramo é preciso muito conhecimento sobre o mercado financeiro.

A lógica funciona como num jogo de apostas: você pode alavancar muito seus ganhos caso faça uma jogada correta ou perder tudo se faz uma escolha errada. Por isso, é tão importante que essas movimentações sejam feitas sempre em bases sólidas e não em achismos.

Como fazer uma negociação em CFD?

Não é toda corretora que faz esse tipo de negociação. Geralmente, essas operações acontecem em casas especializadas nesse mercado. Além disso, as agências de câmbio podem atuar em contratos que têm as moedas internacionais como parâmetro de troca.

Algumas corretoras costumam cobrar uma taxa de comissão de 0,1% nas transações. As Forex (empresas de índices e moedas) geralmente não fazem esse tipo de cobrança. Mesmo assim, é preciso estar atento a todas as tarifas cobradas, pois elas podem prejudicar seus ganhos ou aumentar ainda mais suas perdas.


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo