IMAT: o que é e como funciona esse índice?

O IMAT é um índice econômico que mede o desempenho do setor da indústria nacional de materiais básicos. Assim como diversos outros indicadores da B3, seu objetivo é demonstrar o comportamento dos ativos desse setor.

A metodologia e o cálculo foram desenvolvidos pela própria bolsa brasileira e as empresas que participam do índice seguem alguns critérios. Neste segmento estão importantes companhias de matérias primas como insumos, mineração, produtos de infraestrutura, siderúrgicas, fabricação de papel e outros.

O setor é estratégico do ponto de vista industrial e também da economia como um todo. Por isso, é visto como um importante termômetro das atividades do país.

Quais os critérios de inclusão do IMAT?

Atualmente, dez ativos compõem esse índice e podem ser ações ou units - os BDRs e papéis de empresas que estão em recuperação judicial também não podem participar desses cálculos.

Para adesão ao IMAT, as empresas precisam cumprir os seguintes critérios (com base no período de vigência das três carteiras anteriores):

  1. Pertencer ao setor de materiais básicos;
  2. Estar presente em 95% dos pregões;
  3. Compor o grupo de empresas que estão entre as 99% mais negociados da B3;
  4. Não ser considerado “penny stock” (ativos que custam menos de R$ 1,00)

As empresas listadas neste índice são categorizadas entre os segmentos de madeira e papel, mineração, químicos, siderurgia e metalurgia.

Confira abaixo a participação de cada empresa e setor na composição do IMAT:

Setor
Ticker
Ação
% por empresa
% por setor
Madeira e Papel
DTEX3
DURATEX
3%
30%
KLBN11
KLABIN S/A
9%
SUZB3
SUZANO S.A.
18%
Mineração
BRAP4
BRADESPAR
9%
31%
VALE3
VALE
22%
Químicos
BRKM5
BRASKEM
4%
4%
Siderurgia/
Metalurgia
GGBR4
GERDAU
15%
35%
GOAU4
GERDAU MET
5%
CSNA3
SID NACIONAL
11%
USIM5
USIMINAS
5%

Qual a metodologia do IMAT?

Para fins de cálculos, esse indicador leva em conta não só as variações dos preços, mas também as alterações da concessão de dividendos por parte das empresas. Ou seja, o IMAT é um índice de retorno total.

Assim como acontece em outros importantes parâmetros, os ativos pertencentes ao IMAT são ponderados por meio de uma média feita pelo valor de mercado do free-float. Com isso, o cálculo leva em consideração os papéis que estão em negociação da bolsa.

O índice consegue representar não só os papéis mais negociados, mas também aqueles que representam e têm maior relevância para o setor que o índice reflete.

Como investir no IMAT?

Uma vez que o IMAT é um índice, não é possível fazer uma compra direta desse indicador, como se fosse uma ação. No entanto, existe um tipo de investimento que replica as performances de índices: os ETFs.

Nesta categoria, é possível encontrar fundos de índice que estão atrelados aos desempenhos do IMAT. O objetivo principal desse investimento é replicar as performances do indicador.

Para isso, cerca de 95% do patrimônio do fundo é aplicado em papéis que estão diretamente ligados ao IMAT. Portanto, os resultados podem ser considerados quase os mesmos.

Para conferir todas as informações sobre esse índice, acesse a página da B3. Na plataforma da bolsa, você encontra todas as empresas que compõem os seus principais indicadores (clique aqui).


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo