IFNC: o que é e como funciona esse índice?

Os índices existentes no mercado de renda variável são de extrema importância para qualquer tipo de investidor.

Isso porque eles servem de benchmark, sendo uma referência de mercado de rentabilidade.

Dentro desse assunto, um dos principais índices do Brasil é o IFNC.

Mas para entender como funciona e o que é esse índice, esse artigo vai ser dividido entre as seguintes partes:

  • O que é IFNC?
  • Ativos que fazem parte do IFNC
  • Composição do IFNC (ETF)

O que é IFNC?

O índice IFNC é conhecido também como Índice Financeiro, é um índice que comporta os setores de intermediários financeiros, seguros, previdência e serviços financeiros.

De uma forma geral, ele representa o desempenho médio da cotação dos ativos mais negociados relacionados ao setor financeiro da bolsa de valores brasileira.

Ele reflete não apenas as variações de preços dos ativos presentes no índice, mas também o impacto da distribuição de dividendos. 

Por isso ele também é conhecido como um índice de retorno total.

Ativos que fazem parte do IFNC

Qualquer ativo existente no mercado acionário brasileiro precisa estar entre os 99% mais negociados para fazer parte do índice da bolsa de valores.

Isso no período de vigência de três carteiras anteriores.

Além disso, o ativo precisa estar presente em 95% dos pregões do mesmo período para fazer parte do IFNC.

Os ativos que não fazem parte do IFNC são:

  • Penny stocks
  • BDRs
  • Ativos de empresas em recuperação judicial ou extrajudicial
  • Empresas que estão sob regime especial de administração.

Para simplificar, o IFNC é composto apenas de ações de empresas listadas na B3 (B3SA3).

Isso sem que elas estejam impedidas de acordo com as regras citadas anteriormente.

Composição do IFNC (ETF)

No mercado de renda variável brasileiro, existem os ETFs (Exchange Traded Funds), que são fundos de ações que possuem referência em um índice da bolsa de valores, como o IFNC, por exemplo.

Dessa forma, a composição desse fundo é feita com o intuito de atingir um retorno semelhante ao do indicador referenciado.

O patrimônio do ETF é dividido entre cotas que são negociadas através da bolsa de valores.

O valor de um ETF pode variar de acordo com o preço das ações que fazem parte do fundo.

A gestão do fundo é realizada por um gestor profissional que acompanha o mercado diariamente.

Ele tem a função de comprar e vender ativos com o objetivo de acompanhar o índice de referência.

Para quem não sabe, o FIND11 é o ETF que replica o índice IFNC.

Sem dúvidas é uma boa opção para o investidor que quer se expor ao setor financeiro, porém não tem o tempo ou a dedicação necessária para escolher os ativos sozinho.


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo