Come-cotas: o que é e como funciona?

O come-cotas é um assunto que deixa muitos investidores confusos e às vezes incomodados. Fique no artigo para entender melhor.

O que é come-cotas?

O come-cotas é um adiantamento do IR (Imposto de Renda) em fundos de investimentos, que acontece duas vezes por ano nos meses de maio e novembro.

Os fundos de investimentos têm os seguintes tributos como características: IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e IR. Ambos funcionam no regime progressivo, que significa que quanto mais seus recursos permanecem na aplicação, menos você pagará de imposto. Essas cobranças são feitas quando há resgate.

Tratando-se do IOF, é possível não pagar nada, e para isso é necessário que fique com o dinheiro aplicado até, no mínimo, 30 dias. Ou seja, se você resgatar no 29º dia, será cobrado IOF. Se resgatar no 18º, será cobrado, e assim por diante. Lembre-se que a escala de cobrança é de 1 – 29.

Agora, quando falamos do IR especificamente, não tem jeito, você irá pagar independente do tempo que o seu recurso ficou aplicado, mas lembre-se que o regime é progressivo, portanto quanto mais você deixa o seu dinheiro lá, menos você paga de imposto de renda.

Logo, na cobrança do IR, caso os ativos que compõem o fundo sejam de curto prazo, teremos duas alíquotas:

  • Até 180 dias de aplicação = 22,5%
  • Acima de 180 dias de aplicação = 20%

Já nos de longo prazo, as alíquotas serão aplicadas em cima de uma tabela chamada tabela progressiva:

  • Até 180 dias de aplicação = 22,5%
  • De 181 a 360 dias de aplicação = 20%
  • De 361 a 720 dias de aplicação = 17,5%
  • Acima de 720 dias = 15%

E onde é que o come-cotas entra na história?

O come-cotas, como falado, acontece duas vezes por ano nos meses de maio e novembro. O que vai acontecer é um adiantamento do imposto de renda, e aí depois, quando você resgatar o seu dinheiro, será cobrado IR de acordo com as tabelas acima (a depender do tipo do fundo e prazo), MAS como parte dele já foi recolhido pelo come-cotas, será descontado o valor já cobrado por ele, portanto você não pagará duas vezes o IR.

As alíquotas do come-cotas são fixas:

  • Fundos de curto prazo = 20%
  • Fundos de longo prazo = 15%

Importante dizer que o come-cotas não se aplica aos fundos de ações, pois em fundos de ações não há come-cotas, e no que diz respeito ao IR cobrado no resgate, também não segue as tabelas apresentadas, pois obedece ao valor de 15%, independente do tempo.

Por que o nome come-cotas? 

Essa é uma curiosidade bastante recorrente. Quando você investe em um fundo, você adquire cotas, certo?

Então, imaginemos que você investiu R$ 1 mil e, naquele momento as cotas estavam precificadas a R$ 10,00; isso significa que você adquiriu 100 cotas (R$ 1.000,00 / R$ 10,00), correto?

Agora vamos imaginar que estamos em maio e, como já é de seu conhecimento, ocorre o provisionamento do IR.

Suponhamos que a cota, nesse momento, sofreu uma valorização e está valendo R$ 11,00, então você não tem mais os R$ 1.000,00 investidos inicialmente, e sim R$ 1.100,00, resultando em R$ 100,00 de lucro.

Imaginando, também, que esse seja um fundo de longo prazo, será cobrado pelo come-cotas 15% sobre o lucro, então você terá, a partir de agora, o total de R$ 1.085,00, e não mais R$ 1.100,00. Certo, e quantas cotas você tem agora?

É só dividir R$ 1.085,00 por R$ 11,00, que será igual a 98,63 cotas (o valor monetário da cota não diminui, não muda, observe que ela permaneceu a R$ 11,00. A única coisa que diminui é a quantidade de cotas). Por isso se chama come-cotas, ele “come” um pedaço delas.

Alguns investidores criticam o come-cotas por conta dos efeitos de longo prazo. Isso porque o valor recolhido pela Receita Federal poderia estar rendendo, portanto há uma pequena redução do efeito dos juros compostos na aplicação.

Mas isso não significa que você deve descartar um fundo de investimento, afinal, existem bons fundos no mercado.

A dica que eu dou é que fique atento aos detalhes da aplicação, seja em um fundo ou em qualquer outro investimento, para não ser pego de surpresa.

Espero que com esse artigo você tenha entendido o que é come-cotas.

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo