Como abrir conta em um banco digital?

Os bancos digitais surgiram para revolucionar o sistema bancário e demonstrar o quanto a tecnologia pode auxiliar na velocidade das transações. Isso tem ficado cada vez mais evidente nos últimos anos.Por conta desse cenário, a concorrência buscou aperfeiçoar os serviços oferecidos e também virtualizar os processos.

No passado, com os bancos tradicionais, só era possível abrir uma conta se você fosse até a instituição em horário bancário (que já é reduzido) e apresentar toda documentação necessária em mãos. Caso você trabalhasse em horário comercial, teria de tirar um dia para resolver essas pendências. 

Do cadastro à aprovação, os procedimentos poderiam levar dias, até que você pudesse movimentar sua nova conta. Com os bancos digitais, toda essa burocracia teve fim. Isso porque essa nova modalidade permite que o cliente faça suas solicitações de forma remota, usando um computador ou celular em qualquer horário.

Além disso, essas novas instituições já começaram com o objetivo de dar celeridade aos processos bancários. Ou seja, grande parte do investimento foi feito com base nas tecnologias de análise e cadastros dos clientes. Isso tornou tudo mais rápido e mais confortável para o cliente.

Não bastasse isso, as taxas também foram reduzidas. Atualmente, não é difícil encontrar bancos que não cobram nenhuma tarifa de abertura de conta e nem de manutenção de conta corrente dos seus clientes.

Na pandemia, por exemplo, alguns bancos digitais aumentaram muito seu número de clientes. Uma das maiores empresas do segmento, o Banco Inter, mais que dobrou seu número de correntistas de 2019 para esse ano - chegando a 7,2 milhões de pessoas.

Atualmente, existem 17 bancos digitais no Brasil de acordo com o Fintechlab - uma associação de fomento a iniciativas do setor financeiro e tecnológico. Os principais bancos neste formato em operação são: Banco Inter, Nubank, C6 Bank, Neon e Pagseguro.

Com o surgimento dessa demanda, diversos bancos tradicionais começaram a fortalecer seus serviços de “internet bank”. Alguns deles já até criaram outras instituições como o Banco Next, que é vinculado ao Bradesco.

Como abrir uma conta digital?

Como já mencionamos anteriormente, o processo é muito mais simples do que nos bancos tradicionais. Tudo é feito diretamente do celular ou do computador. Os documentos exigidos são os pessoais (CPF, RG ou CNH) e um comprovante de endereço. 

Após o envio, a equipe do banco faz uma consulta de crédito a partir de um banco de dados nacional. Isso pode levar minutos, horas ou alguns dias - pode variar por conta das empresas ou das informações dos clientes. Mas normalmente, todo processo é bem rápido.

Com a conta aprovada, o cliente já recebe em seu e-mail todos os dados sobre sua conta corrente e como fazer para operar. A grande vantagem é que você pode cuidar dos seus assuntos bancários de forma totalmente virtual a qualquer hora do dia ou da semana.

É importante destacar que todos os bancos digitais são regulamentados e fiscalizados pelo Banco Central e pela Comissão de Valores Mobiliários. Antes de abrir uma conta, confira se a instituição está devidamente cadastrada nesses dois órgãos oficiais.

Existe ainda um Índice que mede a capacidade de solvência dos bancos: o Índice de Basileia. O Banco Central não recomenda instituições com esse indicador abaixo de 12%.


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo