Quais foram as maiores crises financeiras mundiais?

As crises financeiras são cíclicas, e acontecem há séculos em todas as partes do mundo. Neste artigo, veremos seis das mais recentes e importantes crises que abalaram a economia mundial. Confira!

1 – Grande Depressão

Também conhecida como o “Crash da Bolsa de Valores de Nova York”, a grande depressão iniciou em 1929 e, até hoje, é uma das mais lembradas crises econômicas mundiais.

A devastação sofrida pela Europa após a Primeira Guerra Mundial fez com que os EUA assumissem a liderança da economia no início da década de 20.

No entanto, com a recuperação dos países europeus a partir de 1925, o mundo passou a não depender mais tanto da economia norte-americana, o que reduziu a demanda pelos produtos daquele país. A retração da demanda, entre outros fatores, provocou a quebra da bolsa de Nova York e levou milhões de norte-americanos à pobreza.

Neste artigo, saiba mais detalhes sobre as causas e consequências da Grande Depressão.

2 – Crise dos Países da América Latina

No início dos anos 70, muitos países latino-americano começaram a investir em obras de infraestrutura. No Brasil, essa época ficou conhecida por “Milagre Econômico”, que durou de 1969 a 1974.

Na ocasião, o crédito internacional barato fez com que essas nações se endividassem além de seus limites. No entanto, junto do aumento do endividamento, ocorreu o “choque do petróleo”, um aumento repentino no preço do mineral, que pressionou a inflação nos EUA.

Para conter a inflação, os Estados Unidos aumentaram a taxa de juros, e isso fez com que a dívida dos países latinos ficasse mais cara. Os maiores efeitos disso foram sentidos na década de 80, também conhecida como a “década perdida” para muitos países da América do Sul.

3 – Crise dos Mercados Emergentes

Essa crise iniciou-se na América Latina, mas também atingiu outros países emergentes ao redor do mundo. Por ter iniciado no México, também ficou conhecida como “Efeito Tequila”.

Veja neste artigo mais detalhes sobre a crise dos países emergentes.

4 – Crise da Rússia

Um dos principais motivos da crise russa foi a transição rápida e mal planejada do socialismo para a economia capitalista. Ela começou no início dos anos 90, mas se tornou mais intensa a partir de 1997, quando a crise dos mercados emergentes atingiu a Ásia.

A queda dos preços das commodities também agravou a crise da Rússia, que já era um grande exportador de petróleo. Em 1998 ocorreu o auge da crise, e isso levou o país a pedir moratória nesse ano.

5 – Crise do Subprime

A crise do subprime teve como principal causa a concessão de empréstimos de segunda linha (os chamados “créditos podres”) em excesso por parte dos EUA. A inadimplência fez com que milhares de hipotecas fossem executadas como forma de pagamento das dívidas. Isso derrubou o mercado imobiliário do país, e fez com que a crise se alastrasse pelo mundo.

A crise do subprime é considerada a mais grave desde a grande depressão dos anos 30. Entenda melhor as suas causas e efeitos na economia neste artigo.

Gostaria de saber mais sobre as crises mundiais e os seus efeitos na economia? Deixe aqui os seus comentários!


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo