À prova de fogo

Momento decisivo para criptomoedas

evento online e gratuito 4 a 7 de Julho às 19h

Inscreva-se

O Investidor Inteligente: resenha do livro

No mundo dos investimentos existem diversos tipos de conteúdos disponíveis para os investidores.

Mas sempre fica a dúvida: Por onde começar? Será que vale a pena ler isso? É confiável?

Esse artigo é o lugar certo para você tirar suas dúvidas e aprender o que esse livro tão famoso pode nos ensinar. 

Você vai ler sobre:

  • Sobre o que fala esse livro?
  • Porque ele é tão famoso?
  • Vale a pena comprar?

Sobre o que fala esse livro?

O investidor inteligente, é um livro escrito por Benjamin Graham, que foi um dos investidores mais eficientes de todos os tempos.

Graham é considerado o precursor da estratégia buy and hold, que é utilizada até hoje por inúmeros investidores.

O livro possui mais de 600 páginas e fala sobre todos os aspectos de um investimento, como perfil, risco, renda fixa, renda variável, mercado, especulação, day trade e tantos outros assuntos.

Dá pra imaginar o aprendizado que dá pra ter em um livro desses né? 

Pois bem, dentre os tópicos mais importantes e marcantes do livro, os mais importantes a serem citados são:

1. Investimento x Especulação

Desde o início do livro, Graham deixa claro a diferença entre especulação e investimento.

Essa tecla é batida durante todo o livro, uma vez que ele define um especulador como alguém que não está investindo de verdade, mas está apenas apostando no aumento de preço de uma ação escolhida.

Isso sem análises profundas ou sem qualquer conceito real sobre o porque aquele papel possa subir.

Por outro lado, um investidor é alguém que quer se tornar sócio de um negócio, ter um papel de dono, crescer junto da companhia e focar no longo prazo.

Não é alguém que simplesmente aguarda uma subida de preços e vende o papel, mas é alguém que acredita na empresa como um negócio duradouro e lucrativo ao longo dos anos.

2. O mercado e suas oscilações

Graham fala tanto sobre essa definição sobre o que é ser um investidor pelo fato de seu conhecimento tão profundo sobre o mercado.

Em seus longos anos de experiência, ele sabe muito bem os perigos do nosso amigo chamado mercado.

A oscilação de preços sempre vai existir, uma vez que isso nada mais é do que o mercado colocando um preço que determina ser justo para todos os ativos, além de crises e tempos de otimismo exagerado.

Mas isso pode representar duas coisas: grandes oportunidades e grandes perdas.

No caso de grandes oportunidades, alguns ativos estão sendo negociados muito abaixo de seu real valor.

O que pode ser avaliado através de indicadores como P/L (preço sobre o lucro) e P/VPA (preço sobre valor patrimonial).

Por outro lado, preços muito altos podem apresentar um risco tremendo para seu ativo, pois em algum momento esse preço vai ser corrigido e o prejuízo pode ser enorme. 

Os mesmos indicadores podem ser usados como referência nos dois casos. Um ativo barato geralmente apresenta um P/L abaixo de 10 e um P/VPA abaixo de 1. 

Já um ativo caro apresenta um P/L acima de 20 e um P/VPA acima de 2.

3. Valuation

O conceito de valuation é o que fez Benjamin ser tão reconhecido e estudado ao longo da história.

Valuation nada mais é do que um cálculo que representa o valor real da empresa.

Isso influenciará sua decisão na hora de comprar um ativo de maneira gigantesca.

Imagine que você quer comprar uma empresa X, mas ela está sendo negociado a 15x o seu valor de mercado real. O que significa que ela está bem cara.

Agora, vamos supor que você queira comprar uma empresa Y, que está sendo negociado a 0,4 (P/L = 4) vezes os seus lucros.

Isso significa que ela está barata e pode ser uma boa escolha, pois a tendência é de que o mercado venha a precificar este ativo corretamente no futuro.

Por que o livro é tão famoso?

O primeiro fator é o valuation. Essa estratégia de longo prazo talvez seja a mais utilizada até os dias de hoje.

Esse conceito revolucionou o jeito de investir e de se atentar às oportunidades de ganho do mercado acionário.

Fazendo com que os investidores se atentassem a algo que até então não tinha muita expressão: Quanto realmente vale essa empresa? Está barata ou cara?

O segundo fator é de que, ninguém mais ninguém menos do que Warren Buffet, considera Graham seu mentor de investimentos.

O próprio Buffet uma vez disse: “De longe o melhor livro sobre investimentos já escrito”.

Olha, se o maior investidor de todos os tempos não só disse isso, como usou a estratégia de Benjamin, quem somos nós então?

Vale a pena comprar o Investidor Inteligente?

Vale a pena comprar acima de tudo pelo aprendizado e pelo conhecimento.

Não é todo dia que temos a oportunidade de aprender com alguém que tem tanta experiência como Graham.

Seja lá qual for seu perfil de investidor, esse livro serve para todos. Para quem investe no curto, no médio e no longo prazo.

A coisa mais importante a ser aprendida nesse livro é de que o investidor consegue ter seu próprio senso crítico na hora de analisar suas ações e montar sua carteira! Sem depender de terceiros.

Pois bem, além de tudo, ele tem um preço super acessível e está disponível para comprar de maneira online!

Gostou da resenha deste livro? Para acessar mais conteúdos disponibilizados pela Yubb, desse tipo e gratuitos é só ficar por aqui.

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo