O Homem Mais Rico da Babilônia: resenha do livro

O caminho para a riqueza é um dos conhecimentos mais buscados, quando podemos aprender com pessoas de sucesso essa jornada rumo a fortuna se torna ainda mais fácil.

Ainda nem começamos a falar do livro e você já se impressionou? Na verdade, estamos falando do autor George Samuel Clason um empresário bem sucedido que quis propagar seus ensinamentos e por fim escreveu o livro O Homem Mais Rico da Babilônia.

Sobre o livro O Homem Mais Rico da Babilônia

O Homem Mais Rico da Babilônia de George Clason é um best seller que já vendeu mais de 2 milhões de cópias. 

Ambientado na Babilônia antiga a história conta sobre Bansir um construtor de carruagens que ainda que ganhe um bom dinheiro e viva bem não consegue enriquecer para viver os luxos de alguém verdadeiramente rico. 

Bansir percebe que o homem mais rico de toda Babilônia já havia sido seu amigo na infância e decide procurá-lo para que ele o ensine como se tornou Rico, esse homem era Arkad. Arkad então começa a aconselhar o amigo já que antes também fora aconselhado por outro rico, esses conselhos são o ápice da história e de forma atemporal podem ajudar também você a se tornar uma pessoa mais rica.

Conselhos ou regras de ouro

1. Pague-se primeiro 

“O ouro vem de bom grado e numa quantidade crescente para todo homem que separa não menos que um décimo de seus ganhos, a fim de criar um fundo para o seu futuro e o de sua própria família.”

O primeiro ensinamento de Arkad diz respeito a separar um dinheiro para guardar/investir logo em primeiro lugar. 

Muitas pessoas recebem seu pagamento do trabalho exercido qualquer que seja e logo gastam o dinheiro seja com contas e obrigações seja com bens e supérfluos de modo que nunca “sobra” dinheiro para investir. 

Esse ensinamento tem por objetivo ensinar a primeiro separa a “sua parte” antes de gastar o dinheiro e assim manter constância no cuidado com seu futuro. 

Aí vem a clássica afirmação “mas o que eu ganho nem dá para pagar meus gastos”. Claro que existem exceções, porém em muitos casos isso reflete mais sobre o padrão de vida que você leva e o que você considera realmente necessário e não quantidade de dinheiro recebido. 

Muitas pessoas ganham muito dinheiro mas mantém desejos que não permitem que acumule patrimônio, sendo que um pouco de simplicidade, viver com o que realmente é necessário poderia impactar e muito em sua renda e sua busca pela riqueza.

O livro sugere que você sempre guarde no mínimo 10% do que ganha, porém, quanto mais guardar, melhor.

2. Coloque o ouro (dinheiro) para trabalhar 

 “O ouro trabalha diligentemente e satisfatoriamente para o homem prudente que, possuindo-o, encontra para ele um emprego lucrativo, multiplicando-o como os flocos de algodão no campo.”

O dinheiro é um ativo, sendo assim o valor guardado deve servir para se multiplicar, você deve buscar investir o seu dinheiro para que ele se multiplique. 

Galera dos investimentos está se identificando aqui, né?

3. Invista segundo os conselhos dos sábios 

“O ouro busca a proteção do proprietário cauteloso que o investe de acordo com os conselhos de homens mais experimentados em seu manuseio.”

Essa dica diz respeito a você não precisar “inventar a roda”. Já existem diversos caminhos provados no tempo por pessoas sábias, se você ouvir o que os mais sábios tem a dizer e seguir seus conselhos terá mais êxito do que se partir do zero.

4. O ouro foge nos negócios que você não conhece

“O ouro foge do homem que o emprega em negócios ou propósitos com os quais não está familiarizado ou que não contam com a aprovação daqueles que sabem poupá-lo.”

Busque aplicar seu dinheiro em negócios que você entenda em nas mãos de pessoas que tendem a multiplicar, se alguém só sabe gastar, como vai investir bem seu dinheiro?

5. O ouro foge nos ganhos impossíveis

“O ouro escapa ao homem que o força a ganhos impossíveis ou que dá ouvidos aos conselhos enganosos de trapaceiros e fraudadores ou que confia em sua própria inexperiência e desejos românticos na hora de investi-lo.”

A ganância de receber lucros que não condizem com investimento fará você perder dinheiro, não se deixe levar por promessas milagrosas, ganhar dinheiro requer trabalho e tempo.

Outras Lições

O livro traz ainda outras lições importantes como:

  • Busque conhecimento ao invés de riqueza, a riqueza vem do conhecimento;
  • As oportunidades não perdem tempo com quem não está preparado;
  • Se não procurar a riqueza, não achará.

O Homem Mais Rico da Babilônia possui muitas outras lições que com certeza podem melhorar sua relação com dinheiro e investimentos.

Se você procura ficar rico não fique só com essa resenha, faça uma leitura atenta e tire muito mais conteúdo!

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo