A Grande Aposta: resenha do filme

Para você que acha que já viu uma aposta… O filme reserva a história de uma das maiores jogadas de investimento da história.

Foi a aposta contra o grande boom do mercado imobiliário americano.

Foi exatamente isso que alguns investidores, para não dizer pouquíssimos, fizeram.

A explicação do filme será separada nessas 3 partes:

  • Personagens;
  • O grande momento;
  • Moral do filme.

Personagens

Mark Baum

Mark era o gestor de um fundo de investimentos e era conhecido por sua personalidade amargurada e bem fria.

Seu fundo recebeu uma ligação por engano de Jared Vennett falando sobre apostar contra alguns CDO’s.

A primeira reação de Baum foi questionar, uma vez que apostar contra títulos hipotecários americanos podia ser considerado um completo absurdo.

Entretanto, curioso com a situação, Mark vai atrás de Jared e marca uma reunião.

Após o encontro, fizeram muitas pesquisas. E talvez houvesse uma real possibilidade do boom imobiliário americano da época estar se transformando em uma grande bolha.

Eles conseguiram constatar que existem diversas empresas que concedem empréstimos ilegalmente a taxas exorbitantes e que uma hora ou outra as pessoas não iriam conseguir pagar estes empréstimos e as empresas não pagariam as casas.

Jared Vennett

Jared era um trader que estava procurando investidores para apostarem contra o mercado imobiliário americano, que segundo ele, entraria em colapso.

Foi ele quem ligou por engano para o fundo de Mark.

Jamie, Charlie e Ben

Estes 3 personagens valem a pena serem citados juntos pois eles se completam na história.

Jamie e Charlie são dois jovens que são intitulados pelo filme como os garotos que fizeram 100 mil virarem 30 milhões de dólares. 

Eles estavam atrás de uma licença para que eles pudessem negociar CDS’s. Sem saber os requisitos mínimos exigidos para obter a licença, eles vão até os bancos que logo fecham as portas sem dar muita conversa.

Porém, eles conheciam Ben, que era um ex operador de um banco americano chamado Chace, que consegue uma licença para que eles possam operar apostando contra o mercado americano.

O grande momento

Enquanto Burry segue em seu escritório tentando controlar os ânimos de seus investidores vendo o lucro cair quase 20%, os outros personagens do filme vão a Las Vegas para o fórum mais importante sobre produtos financeiros do ramo imobiliário.

Todos saem deste fórum muito mais convictos que a bolha é real.

Nessa hora, Mark decide aumentar mais ainda sua posição contra o mercado.

Moral do filme

O filme retrata a questão ética envolvida nessas operações.

Primeiramente, Ben adverte Jamie e Charlie que eles ganharem dinheiro com isso, era a maneira correta de se proteger dessa crise.

Mas ao mesmo tempo não era motivo de se comemorar, já que isso iria resultar em milhões de desempregados.

Em seguida, após Mark lucrar com a operação, ele cai em um embate ético.

Ele fora o último a se desfazer de sua posição, pois para ele, isso era a mesma coisa que fazer parte de um jogo sujo e que no final das contas, os bancos sairiam ilesos dessa situação com a ajuda do dinheiro público.

Porém, Vinne o convence de que essa é a única maneira deles se protegerem dessa crise.

Michael Burry decide então fechar o fundo, após um lucro de US$ 1.5 bilhões. O que representa, na cotação atual, R$ 8.4 bilhões.

Se você gostou de ler esse artigo sobre o filme A grande aposta, clique abaixo para acessar muito mais conteúdos sobre investimentos que o Yubb disponibiliza gratuitamente para você.


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo