O que é uma empresa de capital aberto?

Empresa de capital aberto é aquela que parte ou todo seu patrimônio é formado por ações que são negociadas na bolsa de valores. A grosso modo, quem compra ações de uma companhia se torna proprietário de parte dessa instituição.

Devido a essa possibilidade de qualquer pessoa se tornar parte dela, a companhia é caracterizada de capital aberto.

Depois da compra, esses investidores podem receber os lucros ou prejuízos de determinada instituição. Para isso, os acionistas recebem diversos relatórios diários sobre todas as movimentações feitas para explicar as respectivas receitas e as despesas.

Mas, o que é uma empresa de capital fechado?

As empresas de capital fechado são aquelas que não têm sua contabilidade de maneira pública como as de capital aberto. Neste tipo de companhia, todo esse processo contábil é feito por contadores contratados.

Como é feita a contabilidade das empresas de capital aberto?

Nas empresas de capital aberto, geralmente, os acionistas elegem um conselho de contabilidade para registrar as movimentações da companhia. Isso porque os proprietários não têm autonomia para tomarem todas as decisões.

No entanto, é importante lembrar que cada empresa possui regulamento e estatuto próprio e isso pode mudar caso a caso.

Como uma empresa abre seu capital para investimentos?

Para abrir o seu capital, a empresa precisa registrar uma IPO – sigla que significa “Initial Public Offering”, ou Oferta Pública Inicial. O registro é feito na Comissão de Valores Mobiliários (CMV) e na B3.

Essa operação só é feita depois de aprovados vários trâmites legais que analisam balanços financeiros e diversas auditorias. A burocracia neste caso é para examinar todos os fundamentos econômicos de determinada empresa.

Para isso, as instituições financeiras também avaliam os valores da companhia, como os índices de produtividade, lucro, patrimônio e capacidade de crescimento e atração de novos acionistas.

Todo esse processo pode demorar e custar muito caro. Ou seja, grande parte das empresas não estão preparadas para arcar com isso. Ainda assim, abrir o capital é uma grande oportunidade para aquelas que podem enfrentar essa burocracia.

Vantagens em se abrir o capital

Ainda que os custos para abertura sejam altos, essa estratégia pode ser muito vantajosa para aquelas companhias que desejam melhorar o nível de governança e crescer numa velocidade mais expressiva.

Os estatutos de uma empresa de capital aberto são muito rigorosos e transparentes. Isso porque os gestores devem prestar contas a todos os acionistas da empresa. Isso gera maior confiança do mercado em cima de determinada instituição, o que também aumenta o valor dela.

A captação de recursos por diversos meios possibilita aos gestores um maior poder estratégico para liderar os rumos da empresa, atingindo suas metas e objetivos.

Além disso, quando uma companhia entra na lista da bolsa, há um ganho significativo na imagem institucional da empresa. Isso porque são rigorosos os requisitos para que uma instituição chegue até esse ponto – e os investidores sabem bem disso.

Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo