Quem são as mulheres mais ricas do mundo?

Infelizmente, na lista das mulheres mais ricas do mundo é possível perceber a cultura de dominação masculina. A fortuna das sete mulheres mais ricas foi construída por heranças ou divórcios.

No entanto, são personalidades fortes que não só contribuíram para que esse dinheiro fosse erguido como também trabalham atualmente para a manutenção dos recursos. Além disso, é importante destacar o trabalho filantrópico que quase todas elas possuem.

1. Françoise Bettencourt Meyers: neta do fundador da L’oréal

Idade: 67 anos (10/07/1953)

Fortuna: US$ 68,1 bilhões (atualizado no dia 06/11/2020 pela Forbes)

Nacionalidade: francesa

Françoise é neta de Eugène Shueller, o fundador da L’Oréal. Com a morte da mãe em 2017, herdou a empresa e entrou para a lista das mulheres mais ricas do mundo. Atualmente, detém um terço das ações da empresa e é presidente do conselho de uma holding da família. A francesa também tem trabalhos filantrópicos e recentemente fez uma doação milionária para restauração da catedral de Notre Dame, que pegou fogo em 2019.

2. Mackenzie Scott: ex de Jeff Bezos

Idade: 50 anos (07/04/1970)

Fortuna: US$ 62,9 bilhões (atualizado no dia 06/11/2020 pela Forbes)

Nacionalidade: norte-americana

Mackenzie entrou na lista depois do divórcio com Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo e fundador da Amazon. Eles foram casados por 25 anos e a separação aconteceu em 2019. Com o acordo, Mackenzie ficou com 25% das ações que o ex-marido tinha na empresa. Ela é escritora e já publicou dois romances. Em 2020, doou US$ 1,7 bilhão para 119 instituições sem fins lucrativos.

3. Alice Walton: filha do fundador do Walmart 

Idade: 71 anos (07/10/1949)

Fortuna: US$ 54,4 bilhões (atualizado no dia 06/11/2020 pela Forbes)

Nacionalidade: norte-americana

Filha única do fundador do Walmart, Sam Walton. Em sua vida profissional, foi uma importante curadora de artes com trabalhos renomados de Andy Warhol, Norman Rockwell e Mark Rothko. Atualmente, atua em projetos de filantropia à frente do Walmart.

4. Julia Koch: herdeira das indústrias Koch

Idade:57 anos (13/11/1963)

Fortuna: US$ 44,9 bilhões (atualizado no dia 06/11/2020 pela Forbes)

Nacionalidade: norte-americana

A dona da fortuna das indústrias Koch entrou nessa lista em agosto de 2019, com a morte do marido, David Koch, que detinha 42% das ações dessa companhia. Durante sua vida profissional, trabalhou como assistente de um importante estilista. Também atua em trabalhos de filantropia. Com o marido, doou cerca de 20 milhões de dólares para pesquisas científicas sobre alergias alimentares.

5. Jacqueline Mars: herdeira da Mars

Idade: 81 anos (10/10/1939)

Fortuna: US$ 28,9 bilhões (atualizado no dia 06/11/2020 pela Forbes)

Nacionalidade: norte-americana

Jacqueline detém um terço da maior fabricante de doces do mundo, a Mars. Fundada por seu avô, ela trabalhou na empresa por aproximadamente 20 anos e participou do conselho até 2016. Tem diversos trabalhos de filantropia em instituições importantes americanas.

6. Yang Huiyan: herdeira de uma holding imobiliária chinesa

Idade: 39 anos (20/07/1981)

Fortuna: US$ 30,5 bilhões (atualizado no dia 06/11/2020 pela Forbes)

Nacionalidade: chinesa

A única chinesa da lista tem 57% das ações da holding Country Garden, participação que era de seu pai, Yeung Kwok Keung, em 2007. A companhia é uma incorporadora do setor imobiliário que inclusive tem capital aberto na bolsa de valores de Nova York. Fez trabalhos filantrópicos em meio à pandemia, onde atuou para alimentar médicos e enfermeiros na província de Wuhan.

7. Susanne Klatten: herdeira da BMW

Idade: 58 anos (28/04/1962)

Fortuna: US$ 23,8 bilhões

Nacionalidade: alemã

Detentora de quase 20% das ações da BMW, Susanne é filha de Herbert Quandt, gestor responsável por alavancar essa companhia automobilística entre as principais no mundo. Além dessa companhia, trabalha também na Altana AG, uma empresa farmacêutica do avô e que fatura bilhões de dólares anualmente. Formada em economia e MBA, tem participações em empresas de energia eólica (Nordex AG) e produção de carbono e grafite (SGL Group).


Você também pode gostar desses artigos

library_booksTodos os artigosVoltar para o topo